Portal OESTADONET

O vereador Alysson Pontes (PSD) foi acusado de agredir verbalmente uma funcionária da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), na semana passada, durante atendimento no protocolo do órgão, quando o parlamentar buscava informações sobre um empreendimento que está sujeito ao licenciamento da Semma.

A engenheira agrícola Rafaela Nicolau dos Santos, chefe do controle ambiental da Semma, procurou a delegacia de polícia para registrar boletim de ocorrência, após o expediente da secretaria. O incidente foi presenciado por várias pessoas que se encontravam na sala de recepção da secretaria, por onde se dá o acesso ao guichê do protocolo.

Segundo o esposo de Rafaela, Darlisson Bentes, que tornou público o incidente nas redes sociais, neste último final de semana, “mesmo com inúmeras testemunhas ao seu redor, o mesmo não hesitou em ofender e destrata-la com notável descontrole emocional, apontando o dedo “na cara dela”.

Segundo o Portal OESTADONET apurou, Alysson Pontes descontrolou-se emocionalmente ao não obter as informações que estava solicitando verbalmente à funcionária. Rafaela Nicolau, que estava no interior do protocolo, foi chamada de ‘incompetente’, em voz alta. Ato contínuo, o vereador se aproximou do vidro, e de dedo em riste, continuou a desacatá-la.

Alysson Pontes é reincidente nesse tipo de ocorrência. No final do mês de maio deste ano, durante embarque no porto de Aninduba, na região do Arapixuna, o vereador se envolveu em discussão com o funcionário que controlava a subida dos veículos pela rampa da balsa. Alysson, que havia chegado atrasado ao porto, queria forçar o embarque de seu veículo, mas foi impedido pelo funcionário, que alegou já ter sido completada a lotação para viagem até Santarém.

Segundo relato de testemunhas, Alysson Pontes invocou sua “condição de vereador” e que, por isso, ‘teria preferência no embarque’. Como não foi atendido, passou a gritar e ameaçar o funcionário com a promessa que levaria o caso até o Ministério Público e pediria o fechamento do porto.

O Portal OESTADONET procurou a assessoria de imprensa do vereador Alysson Pontes para ouvir a versão do parlamentar sobre os dois episódios, mas até o fechamento desta matéria a assessora de imprensa Meline Campos não havia procurado a reportagem por telefone ou através de mensagem eletrônica.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Segunda, 24 Julho 2017 11:11