Portal OESTADONET

Um dia antes do prazo estabelecido pela Marinha, a empresa Bertolini, proprietária do empurrador que afundou no rio Amazonas, dia 2 de agosto, com 9 tripulantes a bordo, após o comboio de balsas que transportava colidir com o navio Santos Mercosul, apresentou, nesta quinta-feira (14), a empresa holandesa Smith, que fará o resgate da embarcação.

Segundo plano de resgate elaborado pela Smith, será utilizada uma cábrea, espécie de plataforma flutuante com guindaste  , equipada com uma pinça de 1.200 toneladas que movimentará uma rede de cabos aço que será lançada sobre o empurrador.

Após o engate, assim que a pinça iniciar o processo de içamento, a rede se fechará vem torno do empurrador, movimento semelhante a uma tarrafa. Isso será necessário para que durante a operação, caso algum compartimento do empurrador seja aberto, os corpos sejam contidos no interior da rede de aço.

Tanto a cábrea quanto a pinça estão sendo transportados da Europa e devem chegar à região no final de outubro. Após a instalação dos equipamentos, a operação levará pelo menos duas semanas para ser concluída, provavelmente na primeira quinzena de novembro.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Quinta, 14 Setembro 2017 13:27