Portal OESTADONET

Apenas uma empresa habilitou-se na licitação realizada pela Companhia de Portos e Hidrovias (CPH), no último dia 04, para construção do Terminal Hidroviário de Cargas e Passageiros de Santarém. A empresa faz parte de um consórcio de Belém, especializado em grandes estruturas portuárias. De acordo com a CPH, os documentos apresentados serão analisados. Dentro de um prazo médio de 30 dias e caso não haja ressalvas, o resultado será homologado para que a Ordem de Serviço possa ser expedida.

O presidente da CPH, Alexandre Von, explicou essa é uma fase importante no processo, já que todos os documentos apresentados devem ser analisados com cautela. Segundo Von, a CPH trabalha minuciosamente na análise documental para que lá na frente, na fase de execução do projeto, não haja com problemas com interrupções.

O Terminal de Cargas e Passageiros de Santarém, orçado em mais de R$ 60 milhões, é uma das obras mais esperadas pela população do município e da região do Baixo Amazonas. Ele será o segundo maior do estado com mais de três mil metros quadrados de área construída para atender em média 50 mil passageiros. O terminal terá área específica para embarque e desembarque de passageiros, com mais de 800 lugares, dotada com quiosques e estacionamentos para carros, motocicletas e bicicletas.

A estrutura portuária contará com um píer flutuante com 3,6 mil m²; oito fingers de atracação; rampa metálica bi-articulada de 10 x 70 metros; para acesso ao flutuante e passarela em concreto de 2.494 m², com circulação separada entre passageiros e cargas. A estrutura terá capacidade para atracação de 17 embarcações ao mesmo tempo, de maneira organizada.

Terminais de pequeno porte

A CPH publicou na edição de terça feira (10/10) do Diário Oficial do Estado e Diário Oficial da União o resultado final da licitação para a construção dos terminais hidroviários de pequeno porte nos municípios de Almeirim, Faro, Prainha e Terra Santa. A empresa ENGEPORT ENGENHARIA EIRELI – EPP, com sede em Belém, foi anunciada como vencedora. Após a publicação do resultado, a CPH abre prazo de cinco dias para interposição de recursos, caso não haja ressalvas, o resultado final será homologado.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)