Portal OESTADONET e Agência Santarém

Dados do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) mostram que em Santarém houve aumento, do ano passado pra cá, no número de jovens portadores do Vírus HIV, na faixa etária de 15 a 29 anos. Em 2016 o número era de 49, este ano aumentou para 53.

De janeiro a outubro deste ano 104 pessoas foram testadas como positivas para o vírus HIV e destas 70% são homens, em sua grande maioria jovens, na faixa etária de 20 a 24 anos.

 

Nesta faixa etária, 19 homens foram diagnosticados com o vírus HIV, no entanto, o cenário local não é diferente do restante do país. O HIV entre jovens no Brasil tem crescido a níveis preocupantes nos últimos anos. Estudos da Unaids (Organização das Nações Unidas para HIV/Aids) apontam para um aumento substancial entre esse público, principalmente na faixa etária dos 15 aos 24 anos. 

 

Os dados do CTA confirmam que no período estimado das 104 pessoas contaminadas, 31 eram do sexo feminino. A faixa etária com maior incidência da doença estava entre sete mulheres que têm entre 30 e 34 anos. 

"Se você observar os dados, a situação é mais crítica entre os jovens na faixa etária de 20 a 24 anos. Precisamos mudar isso e fazer com que eles entendam que a Aids mata e eles precisam se prevenir", salientou a coordenadora do CTA, Ana Lúcia Ferreira.

Ana Lúcia explicou que a contaminação entre os jovens se deve, principalmente, ao consumo de álcool e a confiança entre os parceiros e disse que incentivar o uso do preservativo entre os jovens deve ser feito de forma incansável. "As pessoas precisam entender que o uso do preservativo é a única forma segura de se prevenir, não só contra o HIV, mas também contra as hepatites virais e outras IST's", ressaltou a enfermeira.

O secretário municipal de Saúde, Edson Ferreira Filho, ressaltou que a ação em Santarém, reforça o compromisso do governo municipal com a atenção à saúde da população, com foco na defesa e promoção da vida. "É preciso falar sobre a sexualidade, sobre o HIV, pois a Aids é uma realidade que está perto de cada um de nós. Sem prevenção e sem informação, nossos jovens e a população de forma geral serão alvos fáceis diante da contaminação pelo HIV. Pensando nisso, assumimos o compromisso de lutarmos juntos no combate a esta doença e a outras doenças infectocontagiosas, através de ações desenvolvidas pela Semsa, como esta do Dezembro Vermelho", finalizou o secretário de saúde de Santarém.

Dados HIV/Aids registrados em Santarém em 2017 (jan. a out./2017)
Faixa Etária
1 a 4 anos - 01 (menina)
15 a 19 anos - 05 (homens) e 02 (mulheres)
20 a 24 anos - 19 (homens) e 05 (mulheres)
25 a 29 anos - 17 (homens) e 05 (mulheres)
30 a 34 anos - 08 (homens) e 07 (mulheres)
35 a 39 anos - 08 (homens) e 04 (mulheres)
40 a 44 anos - 05 (homens) e 02 (mulheres)
45 a 49 anos - 04 (homens) e 03 (mulheres)
50 a 54 anos - 04 (homens) e 01 (mulher)
55 a 59 anos - 02 (homens) e 01 (mulher)
60 a 99 anos - 01 (homem)

Sub-total: 73 homens e 31 mulheres
Total: 104 pessoas
Fonte: Dados do CTA/SAE (Centro de Testagem e Aconselhamento/Serviço de Assistência Especializada) Santarém, de Janeiro a Outubro de 2017.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Domingo, 03 Dezembro 2017 13:35