Portal OESTADONET

A estratégia da defesa do vereador Reginaldo Campos aposta que a renúncia ao mandato, apresentada nesta segunda-feira(4) à mesa diretora da Câmara Municipal de Santarém, vai facilitar a liberação do parlamentar, que cumpre duas prisões preventivas.

Reginaldo, segundo seus advogados, ao se afastar do mandato faz um gesto à Justiça de que não vai interferir nas investigações da Operação Perfuga, que lhe levou a cadeia no dia 7 de julho, no primeiro inquérito, e a segunda, pela farra dos combustíveis durante sua gestão na presidência da Câmara.

Fora do mandato, ainda segundo os advogados o vereador, que é acusado de formação de organização criminosa e tráfico de influência para alterar lista de atendimentos no SUS, vai se dedicar exclusivamente a ampla defesa.

Com a renúncia de Reginaldo, assume o primeiro suplente Mano Dadai.

 



Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Segunda, 04 Dezembro 2017 17:40