Da Redação de OEstadoNet
Santarém/Pará

A Cargill vai mais do que dobrar a capacidade da estação de transbordo de cargas que construiu em Miritituba, distrito paraense de Itaituba, com investimento de 180 milhões de reais.

Dos 2 milhões de toneladas atuais, a estação passará para 5 milhões. Por ela, neste ano, deverão passar 1,5 milhão de toneladas de soja e milho, que chegam em caminhões pela Santarém-Cuiabá, e seguem em barcaças, pelo rio Tapajós, até o terminal no porto de Santarém.

A multinacional americana de processamento de alimentos é a maior empresa de capital fechado do mundo.

É a ampliação da verdadeira hemorragia que ocorre nos terminais de lançamento de riquezas montados na Amazônia, rumo ao exterior




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)