Portal OESTADONET

Miguel Antônio Pinto Guimarães, o Barão de Santarém, uma das maiores expressões políticas de Santarém no período do império, completa nesta segunda-feira(8), 210 anos de nascimento. Nascido em 8 de janeiro de 1808, Miguel Pinto Guimarães faleceu no dia 16 de agosto de 1882.

Na imagem, túmulo do Barão de Santarém no cemitério de Nossa Senhora dos Mártires.

Leia um breve relato da biografia de Miguel Antônio Pinto Guimarães:.

Exerceu, desde a promulgação da lei eleitoral de 1846, todos os cargos de eleição popular.
Foi eleitor de paróquia, vereador, e sempre honrado com a presidência da Municipalidade, desde 1848; Presidiu a Câmara Municipal de Santarém de 1853 a 1857, de 1857 a 1861, de 1861 a 1865 de 1865 a 1869 de 1869 a 1873 e, finalmente, de 1873 a 1877, por motivos de saúde, agravada pela falta de vista, a partir daí deixou de ser reconduzido à chefia administrativa de Santarém, sendo, entretanto, conservado na direção do Partido Conservador, no Baixo Amazonas.
Deputado à Assembleia Legislativa Provincial, de 1854 a 1872; suplente de deputado à Assembleia Geral Legislativa, de 1857 a 1861; fez parte de diversas listas tríplices para senador de sua Província.
Por nomeação do governo da Província, serviu de coletor das rendas proviciais em 1844; de delegado de polícia em 1849; de diretor do censo do município de Santarém em 1851; de delegado literário, de 1871 a 1875.
Por nomeação do governo imperial, foi vice-presidente da Província desde 1850 até o seu passamento.
Ocupou, por diversas vezes, o cargo de presidente desta Província, onde deu inequívocas provas de seu notável tino administrativo.
Encarregado pelo governo de auxiliar e encaminhar o núcleo colonial dos americanos, em Santarém, no desempenho dessa comissão prestou reais serviços, sobretudo quando, por esse tempo, em 1869, esteve com as rédeas do governo da Província.
Nomeado oficial da Imperial Ordem da Rosa em 1855, foi comendador em 1859, e dignitário da mesma Ordem em 1867.
Recebeu o título de Barão de Santarém no ano de 1871.
Faleceu em Santarém, no dia 16 de agosto de 1882.
(Pesquisa: Wilson Fonseca, publicado no Programa da Festa de Nossa Senhora da Conceição – 1982).




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)