Portal OESTADONET

A direção da Rádio Rural de Santarém, emissora pertencente à igreja católica, faz jus à máxima "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço", ao demitir, em janeiro neste ano , a funcionária Liane Vasconcelos, responsável pela faxina tanto na emissora quanto na Tv Encontro, ganhando apenas uma única remuneração.
Liane procurou a direção da Rádio Rural para reclamar atraso do salário de novembro de 2017, mas recebeu como resposta sua demissão. Ela ganhava um salário-mínimo. O mês de novembro foi pago em duas parcelas, a segunda em janeiro deste ano.
Os demais empregados da emissora também estão com salário de dezembro atrasados, exceto os da direção da Rádio Rural, que recebem pagamento oriundo da Diocese. 
Segundo funcionários da emissora, o pagamento do décimo-salário também foi feito com atraso. 
Eles dizem também que após a demissão, Liane procurou uma das dirigentes da emissora e teria ouvido como consolo que esta receberia uma cesta básica.
O Portal OESTADONET tenta contato com a direção da Rádio Rural, mas não obteve interlocução até o fechamento desta matéria.

*Está matéria está sendo atualizada.

 



Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Quinta, 01 Fevereiro 2018 13:54