Miguel Oliveira, Editor do Portal OESTADONET

Quem caminha pelas calçadas ou se desloca de carro pelas ruas da cidade pode observar, facilmente, milhares de imóveis residenciais e comerciais de alto valor de mercado, além de prédios de apartamentos, centenas de mansões ou casas de alto padrão em condomínios e conjuntos residenciais. E muitos desses imóveis pagam IPTU abaixo do que deveriam pagar.
Uma análise do cadastro de imóveis da Prefeitura de Santarém não reflete o que se vê nas ruas. Apenas cerca de 1 por cento de todos os imóveis - 72.459 - incluindo residenciais, comerciais e terrenos sem edificações, está avaliado a partir de 350 mil reais. Pelo preço de mercado esses imóveis valem cinco vezes mais do que o valor que consta na planta de valores.

Dos 53.093 imóveis residenciais, apenas 221 pagam o IPTU com base no estabelecido pela planta de valores, cuja faixa se situa entre 350 mil e 600 mil reais. Acima de 600 mil reais constam no cadastro apenas 165 imóveis residenciais.
Quanto aos imóveis comerciais, no total de 8.355, 210 estão cadastrados na faixa entre 350 mil reais a 600 mil reais, e 160 imóveis na faixa acima de 600 mil reais.
No cadastro da prefeitura de Santarém constam 11.011 terrenos. Desse total, apenas 77 estão na faixa de 350 a 600 mil reais.
Na faixa entre 100 mil reais e 350 mil reais, a distorção é um pouco menor entre o valor sobre o qual é calculado o IPTU e o preço de mercado do imóvel.
São 3.754 imóveis residenciais, 1.189 comerciais e 126 terrenos, o que corresponde a 5.069 imóveis de um total de 72.459.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)


Última modificação em Terça, 10 Abril 2018 10:33