Ruth Rendeiro

Eu sou uma analfabeta em vinhos. Nasci em Belém do Pará onde se aprende, pelo calor constante, a apreciar a cerveja. E não fugi à regra. Ao deixar minha cidade, por pura coincidência, fui morar em Ribeirão Preto, a capital do chope. A preferência e conhecimento ampliaram-se. Mas gosto de vinho, sobretudo quando a temperatura inflama o desejo de esquentar por dentro e não de refrescar e para os que de fato são apaixonados pela bebida, Bento Gonçalves, considerada a capital brasileira do vinho, é um deleite.

Toma-se vinho quase como água e o orgulho de seus habitantes em falar dos produtos originários da uva é mais do que visível. Chega-se ao hotel e a saudação é uma taça de um bom espumante. No restaurante, a bebida está sempre à vista e à noite, em casa ou nos bares, shoppings e festas, lá está o vinho em abundância, qualidade e diversidade.

Quis conhecer um pouquinho mais sobre ele e percorri, em excursão, duas vinícolas famosas da serra gaúcha. Uma considerada familiar, de pequeno porte, artesanal, onde o próprio dono recebe os visitantes. Vitor Luigi, um simpático senhor, mostra com orgulho o patrimônio que herdou de seus antecessores italianos. Em escala comercial, a outra vinícola impressiona pela gigantesca produção, a industrialização que leva para o exterior o que antes vinha de lá. Espumantes borbulham e são abertos diante de nossos olhares perplexos pelo método de sabragem. Uma espécie de espada amolada, o sabre, lança fora a rolha e o estouro, no subsolo da vinícola, parece mais alto, mais comemorativo. Gritamos, brindamos e degustamos uma preciosidade.

Aprendi pouco diante do acervo inesgotável do tema, mas deixarei Bento Gonçalves feliz. Ouvi de um enólogo que não existe vinho ruim, o que existe é o vinho que você gosta. Há muito sei que prefiro o tinto seco, de preferência cabernet. A essa altura da vida, o suficiente para tomar um bom vinho, de preferência em excelente companhia numa noite fria.




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)



NOTÍCIAS RELACIONADAS

  • Leia Mais Notícias de Ruth Rendeiro