Lúcio Flávio Pinto

Pode ser até que os chineses estejam apenas especulando ao anunciar que construirão uma ferrovia ligando o Atlântico ao Pacífico, do interior do Brasil ao litoral do Peru, para escoar a custo menor as matérias primas que já adquirem (e ainda vão adquirir) na América do Sul. Mas se o projeto deixar de ser executado, não será por incompetência técnica.

Desde maio os chineses estão operando uma ferrovia que construíram e que atravessa a Ásia e a Europa. São 13.052 quilômetros de extensão, percorrido em cerca de 20 dias de percurso, e que a partir do próximo ano terá uma frequência semanal.

 O trem liga a cidade chinesa de Yiwu a Madrid, transportando mercadorias de Yiwu para os países situados ao longo da linha. Na volta, transporta para a China os produtos de azeite e vinho da Espanha, com baixo custo de logística, rapidez e segurança. Os chineses já obtêm deste lado do mundo mais produtos. Pelos quais querem pagar menos. 




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)



NOTÍCIAS RELACIONADAS

  • Leia Mais Notícias de Coluna do Estado