Rosélio da Costa Silva

Diante do grande incêndio moral que tomou conta do Brasil me lembrei das origens da farra com o dinheiro público.

Essa imoralidade nasce do que cunhei aqui, neste texto, como a Quarta Lei de Milton. Segundo Milton Friedman (1912-2006), economista da escola de Chicago, há quatro maneiras de gastar dinheiro.

A primeira, é quando a gente gasta conosco mesmo, ponderando detidamente a necessidade, o momento, o custo e o benefício do bem ou serviço a ser adquirido.

A segunda maneira é quando a gente mete a mão no bolso para gastar com os outros. Quando queremos oferecer um presente, agimos com mais cuidado, avaliando a nossa relação com a pessoa a quem se destina o regalo e, logo, determinamos com precisão milimétrica o quanto devemos ou podemos gastar.

Quando gastamos o dinheiro dos outros conosco mesmo estamos exercendo a terceira modalidade. Aqui os espíritos mais moderados, mais contidos, ultrapassam os limites da frugalidade e se permitem voos mais ousados enquanto os afoitos e aproveitadores refestelam-se nas espreguiçadeiras dos superlativos.

A quarta lei de Milton é, finalmente, quando gastamos o dinheiro dos outros com os outros, como é o caso do papel dos governos federal, estadual e municial! A preocupação com o custo e o benefício perde objetividade, desce ralo abaixo. As administrações públicas menos organizadas, mais rudimentares ou mais tribais, entregam, sem constrangimentos supérfluos, sempre o pior ao pior preço, já que o preço deve contemplar benefício a todos os elos da grande farra!

É por isso que na hora do aperto, os governos criam impostos em vez de cortar gastos ou racionalizar a gastança. Não querem nem perder privilégios nem derrubar a Quarta Lei de Milton.


Rosélio da Costa Silva

Jornalista e Técnico em Comércio Internacional radicado em São Paulo, autor de Mosaicos do Andarilho. 




Comente no Site (Clique Aqui)


Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Comente no Facebook (Clique Aqui)



NOTÍCIAS RELACIONADAS

  • Leia Mais Notícias de Rosélio da Costa Silva