Familiares de tripulantes do empurrador da Bertolini começam a retornar a Santarém após resgate de cinco corpos

Um grupo de familiares dos tripulantes que morreram no naufrágio do empurrador da Bertolini, cujos corpos começaram a ser resgatados desde terça-feira(5), retornou nesta manhã a Santarém.

Os familiares decidiram retornar para aguardar em Santarém a chegada dos corpos, pois não se justifica mais a presença deles próximo ao local do resgate.

Nesta quarta-feira-feira(6) o trabalho de localização de mais quatro corpos que ainda faltam ser resgatados foi recomeçado pelos peritos do IML.

Dos cinco corpos localizados no interior do empurrador, dois foram removidos, terça-feira(5) para a balsa de apoio da operação.

 
Peritos localizam cinco corpos no empurrador da Bertolini;  dois já foram removidos
Terça, 05 Dezembro 2017 17:49

Peritos localizam cinco corpos no empurrador da Bertolini; dois já foram removidos

Escrito por Portal OESTADONET

O coronel André Cunha, que coordena a atuação dos órgãos de segurança, informou por telefone a Rádio Cultura do Pará, que até as 17 horas desta terça-feira(5) foram localizados três corpos de tripulantes da embarcação.
Até as 18h15, dois dos cinco corpos já foram removidos.
A perícia no interior da embarcação começou às 15h30 e não tem horário para terminar.
São três equipes da área de segurança estadual atuando nessa operação de resgate e identificação dos corpos dos tripulantes da embarcação - Bombeiros, Centro de Perícia Renato Chaves e Polícia Civil.

Leia tambémApós 22 dias, operação de içamento do empurrador da Bertolini é concluída

Segundo o coronel André, o levantamento pericial precisa ser feito com muito cuidado. " Cada vestígio, cada detalhe tem que ser minuciosamente registrado, o diagrama da embarcação, o local exato onde cada corpo foi encontrado, obedecendo um padrão internacional. Esse trabalho não tem hora para acabar. A perícia segue até o momento que será concluída", afirmou.
André Cunha ressaltou que essa é a mais complexa operação já realizada na região, mas que "o objetivo é resgatar e identificar todos nos corpos dos desaparecidos e entregar para suas famílias para o sepultamento", concluiu. 

 
Após 22 dias, operação de içamento do empurrador da Bertolini é concluída

A empresa holandesa Smit concluiu na manhã desta terça-feira(5) o içamento do empurrador da Bertolini que naufragou no Rio Amazonas, dia 2 de agosto, após colisão do comboio de balsas que conduzia com o navio mercante Mercosul Santos.

A operação durou 22 dias, desde a chegada dos equipamentos da Holanda. 

Na semana passada, o trabalho de posicionamento horizontal do empurrador, que estava em posição vertical no fundo do rio foi encerrado. A previsão era fazer o içamento no último domingo, mas um cabo que envolvia a embarcação se deslocou para o centro, inviabilizando a manobra. 

Leia também: Peritos localizam cinco corpos no empurrador da Bertolini; dois já foram removidos

Desde segunda-feira(4) os cabos foram reposicionados e a rede de proteção colocada em torno do empurrador. Nesta manhã, a embarcação foi içada à superfície.

No final da manhã, 90℅ da embarcação estava fora d'água. A próxima manobra da Cabria é colocar o empurrador em cima de uma balsa.

Assim que o empurrador foi levantado pelos guindastes, equipes dos órgãos de segurança fizeram as primeiras vistorias na parte externa da embarcação.

O acesso dos peritos ao interior do empurrador só será permitido quando este estiver sobre a balsa de apoio. A partir desse momento haverá a busca de possíveis corpos nos compartimentos internos do empurrador.

 

Empurrador afundado da Bertolini já está no nível do rio
Terça, 05 Dezembro 2017 08:55

Empurrador afundado da Bertolini já está no nível do rio

Escrito por Portal OESTADONET

Estas são as primeiras imagens do empurrador da Bertolini, que naufragou no rio Amazonas, próximo a Óbidos, no dia 2 de agosto de 2017, após colisão do comboio de balsas que transportava milho se chocar com o navio Mercosul Santos.

Durante o acidente, dois tripulantes conseguiram se salvar e sete e mais dois passageiros estão desaparecidos, provavelmente os corpos se encontram no interior do empurrador.

Detalhe da operação de içamento do empurrador da Bertolini. Foto: WhatsappDetalhe da operação de içamento do empurrador da Bertolini. Foto: Whatsapp

 

Foto: Emerson Almeida/WhatsappFoto: Emerson Almeida/Whatsapp

O diretor da  5ª Unidade de Ensino da Seduc, com sede em Santarém, professor Jucinaldo Almeida, o Naldo Picota,  informou por telefone ao Portal OESTADONET que a diligência da Polícia Civil, ocorrida na manhã desta sexta-feira(1), nas dependências da URE, não apreendeu documentos nem computadores do órgão. 
Os policiais, segundo o diretor, foram recebidos por duas funcionárias da secretaria da unidade regional de ensino. Uma delas assinou o termo de busca e apreensão, onde, segundo Naldo, foi lavrado que nada de irregular foi encontrado.
Naldo informou, também, que vai procurar o Ministério Público Estadual, na segunda-feira, para prestar todas as informações que, segundo o diretor, demonstrarão que a 5ª URE não está envolvida na emissão de diplomas falsos de segundo grau.
Segundo apurou o Portal OESTADONET, uma das ex-servidoras presas na operação Apate - que investiga fraude em documentos necessários à contratação de funcionários do setor de educação infantil da Secretaria Municipal de Educação de Santarém - e que foi libertada após cumprir prisão temporária de 5 dias, acusa o diretor da 
5ª URE de facilitar o fornecimento de certificados falsos da Escola Estadual Felisbelo Sussuara.
Em nota, a Polícia Civil informou que " na manha desta sexta-feira (01/12/2017) a Superintendência da Polícia Civil em Santarém  cumpriu mandados de busca e apreensão, na sede da  URE, e na residência de um reservidor público apontado como fornecedor de certificados falsos."
Segundo a nota, " As diligências foram realizadas por uma equipe da polícia civil comandada pelo delegado José Kleidson de Castro, que preside o Inquérito Policial, com o objetivo de apreender objetos e instrumentos usados para falsificação dos certificados."
De acordo com a nota, '" As Buscas e apreensões foram solicitadas Pela Polícia Civil e Ministério Público, e decretada pelo Juiz Romulo Nogueira de Brito, nos autos do processo 0017931-03.2017.8.14.0051, em virtude do surgimento de informações de um servidor público lotado na 5ª URE era a pessoa responsável pelo fornecimento dos certificados falsos."

 
Descoberto pergaminho antigo que menciona a existência de irmão de Jesus
Quinta, 30 Novembro 2017 21:04

Descoberto pergaminho antigo que menciona a existência de irmão de Jesus

Escrito por Correio Web

Dizem os escritos heréticos que Jesus Cristo não foi filho único. Segundo textos apócrifos, ele teria irmãos, incluindo Tiago, o Justo, discípulo que desempenhou um importante papel na disseminação do cristianismo. Agora, pesquisadores da Universidade do Texas em Austin divulgaram a descoberta da primeira cópia original que se tem notícia de um pergaminho, em grego, de ensinamentos secretos de Jesus ao irmão.

    Até agora, apenas um pequeno número de textos da Biblioteca Nag Hammadi — coleção de 13 livros cooptas gnósticos descobertos em 1945 no Egito — foram encontrados em grego, o idioma original da composição. Mas, no início deste ano, os pesquisadores Geoffrey Smith e Brent Landau adicionaram à lista a descoberta de diversos fragmentos, em grego, do Primeiro Apocalipse de Tiago, livro que se acredita ter sido preservado somente nas traduções cooptas. Eles datam dos séculos 5 d.C. ou 6 d.C.. “Dizer que ficamos extremamente animados quando descobrimos o que achamos é subestimar o que sentimos”, descreve Smith, professor de estudos religiosos. “Nunca suspeitamos que fragmentos gregos do Primeiro Apocalipse de Tiago sobreviveu da Antiguidade. Mas eles estavam lá, bem na nossa frente.”   A narrativa descreve ensinamentos secretos de Jesus ao irmão Tiago, nos quais o Messias revela informações sobre o reino celestial e eventos futuros, incluindo a morte de Tiago, que foi apedrejado por autoridades romanas. “O texto traz mais informações sobre a vida de Jesus e seu minstério, nos permitindo a acessar conversas que supostamente aconteceram entre Jesus e seu irmão, Tiago — ensinamentos secretos que fizeram com que Tiago fosse um bom professor depois da morte de Cristo”, diz Smith.  

Material de ensino 

  Escritos apócrifos como esse, segundo ele, ficaram fora dos livros canônicos (aceitos pela Igreja e que fazem parte da Bíblia). No ano de 367 d.C., Atanásio, bispo de Alexandria, que definiu que nenhum livro poderia ser adicionado ou retirado do Novo Testamento, composto por 27 obras.    Para Smith e Landau, devido à organização do manuscrito original, provavelmente ele era usado por professores para ajudar seus alunos a aprender a ler, algo muito comum na tradição romana, onde textos filosóficos eram utilizados com a mesma finalidade. “O escriba divivdiu a maior parte do texto em sílabas, usando pontos medianos. Esse tipo de divisão era muito incomum em antigos manuscritos, mas apareciam frequentemente naqueles usados em contextos educacionais”, conta Landau, professor do Departmento de Estudos Religiosos. O mestre que produziu o manuscrito deveria ter afinidade com o texto. O documento não parece ser um simples excerto de um livro, como era comum em exercícios escolares, mas, no lugar disso, uma cópia completa dessa antiga escrita proibida.    A polêmica sobre Tiago ser irmão de Jesus é antiga e vem de fontes primitivas que o citam dessa forma. A Igreja Católica, porém, afirma que seriam irmãos no sentido espiritual, e não de parentesco.
Smit comunica à Marinha que içamento do empurrador da Bertolini deverá ser domingo
Quinta, 30 Novembro 2017 12:55

Smit comunica à Marinha que içamento do empurrador da Bertolini deverá ser domingo

Escrito por Portal OESTADONET

A Marinha do Brasil confirmou ao Portal OESTADONET que a empresa Smit alterou o local onde o empurrador da Bertolini, naufragado, no rio Amazonas, dia 5 de agosto, será içado com uso de cabos e transportado para a balsa de apoio da empresa, uma espécie de dique flutuante, provavelmente no próximo domingo(3).
O casco do empurrador, seguro por garra da Cabria, foi levado para as margens do rio, onde desde a manhã desta quinta-feira(30) as equipes tentam desvirar o empurrador.
Depois da colocação dos cabos e da rede de proteção, a embarcação será levantada até a superfície do dique flutuante, onde as equipes de resgate e de segurança farão os primeiros procedimentos para resgatar os corpos que estiverem no interior do empurrador.

 

 
Jatene aponta equívocos na MP que aumenta alíquotas da exploração mineral
Quarta, 29 Novembro 2017 10:06

Jatene aponta equívocos na MP que aumenta alíquotas da exploração mineral

Escrito por Portal OESTADONET

A aprovação pelo Senado, no último dia 22/10, da Medida Provisória (MPV 789/2017) que aumenta alíquotas da Compensação Financeira  pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem) não agradou totalmente ao governador do Pará, Simão Jatene. Para Jatene, que concedeu entrevista ao Portal OESTADONET, na última sexta-feira(24) a MP foi aprovada com dois graves equívocos, um em relação ao preço das commodities no mercado internacional e outro sobre a concentração do royalty no local onde está inserida a área de exploração.

 

A MP é uma espécie de royalty pago pelas mineradoras a estados e municípios. O texto aprovado altera a distribuição dos recursos entre os órgãos e entes federados beneficiados. Para a maior parte dos minerais extraídos no Brasil, as alíquotas continuam variando de 0,2% a 3%, com aumentos para alguns tipos de minerais e diminuição para outros, a exemplo do ferro, o carro-chefe do Pará.

 

"Com toda franqueza foi um passo, mas lamentavelmente ainda foram mantidos dois equívocos. O primeiro: eu sempre defendi que tivessem alíquotas variáveis que pudessem ser ajustadas dependendo do preço do minério no mercado internacional. À medida que você tem uma elevação do preço do ferro, você poderia ajustar essa alíquota e teria condições de cobrar mais. Nesse caso teríamos uma política de ganha-ganha, ou seja, os estados e municípios teriam uma participação mais efetiva quando os preços internacionais fossem mais favoráveis, quando você tem preços mais deprimidos, você teria condições de reduzir a alíquota, para não pressionar e as empresas percam sua competitividade", avaliou.

 

O governador defendeu a ideia de desconcentração do royalty em escala regional e não apenas na área onde se situam os projetos de exploração mineral. "O segundo equívoco: se continua concentrando a distribuição do royalty nos municípios onde se situa a mina. É claro que onde você tem a mina há um grande impacto, mas não dá pra esquecer que esses grandes projetos têm impacto regional. Os municípios do entorno são profundamente impactados, também. Era uma oportunidade que se tinha pela elevação da alíquota e elevação da base de cálculo, que passou do líquido para bruto, em se distribuir por todos os municípios. Isso seria mais justo e isso teria uma outra consequência, evitar que você tivesse migração dos municípios do entorno, mais pobres, na busca por serviços no município onde você tem implantada a mina, que tem maior volume de royaltys", ressaltou o governador. 


 

Aprovada na forma de um projeto de lei de conversão (PLV 38/2017), a MP segue agora para sanção presidencial.

Instituições de ensino superior de Santarém e Itaituba obtém índice médio de avaliação do MEC

De dezoito instituições de ensino superior de Santarém e Itaituba, com cursos presenciais regulares e à distância, avaliadas em 2016 pelo Ministério da Educação(MEC), através do resultado do Exame Nacional de Ensino(Enade), nenhuma obteve Indice Geral de Cursos(IGC) superior a 3, de uma escala de 1 a 5.

Foram avaliadas em todo o país 2.132 instituições e 307 tiveram nota na faixa abaixo de 3. As instituições que ficam com 4 e 5 são consideradas excelentes.

O IGC é um instrumento construído com base numa média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. Assim, sintetiza num único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. O IGC é divulgado anualmente pelo Inep/MEC, imediatamente após a divulgação dos resultados do Enade.

Das instituições que oferecem cursos presenciais, a Universidade Federal do Oeste do Pará(UFOPA), a Faculdade de Itaituba(FAI), o Centro Luterano de Ensino Superior(Celus), o Instituto Esperança de Ensino Superior(Iespes) e a Unama/Santarém obtiveram índice 3. A Faculdade do Tapajós(FAT) obteve índice 2.

A UFOPA, que teve avaliados 14 cursos, recebeu conceito médio 2,26, conceito de mestrado 4,17 e conceito 4,5 por doutorado.

No Pará, também receberam indice 2, a Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Marabá ; Faculdade Pan Americana e Faculdade Teológica Batista Equatorial .

A instituição “reprovada” pode receber punições: não pode se expandir, ou seja, não pode construir novos campi, nem abrir cursos ou aumentar o número de vagas.  Cursos autorizados podem sofrer redução de vagas ou ter processos seletivos suspensos, após vistoria de especialistas.

 

'Gigante' do empurrador da Bertolini já está à mostra na superfície do rio Amazonas
Terça, 28 Novembro 2017 16:54

'Gigante' do empurrador da Bertolini já está à mostra na superfície do rio Amazonas

Escrito por Portal OESTADONET

A empresa de salvatagem Smith conseguiu desenterrar o empurrador da Bertolini, que naufragou dia 5 de agosto, e deslocá-lo, no início da tarde desta terça-feira(28)  para um ponto do Rio Amazonas a 1 km e meio do local onde se encontrava, mas não foi retirado da água ainda.

O empurrador está em um local com 20m de profundidade, onde já se pode avistar o "gigante" da embarcação(foto).

Nesse local será colocada a rede e a embarcação será finalmente içada e retirada da água e colocado no dique flutuante. Quando será realizado o bombeamento dos tanques para aliviar o peso.

Leia também:

O naufrágio e o resgate do empurrador da Bertolini

 

Empurrador da Bertollini já descolou do fundo do rio Amazonas. Resgate deve ocorrer esta semana

O rebocador da empresa Bertollini, que naufragou no dia  2 de agosto, no rio Amazonas, próximo a Óbidos, no Oeste do Pará, pode ser resgatado ainda esta semana. A operação de resgate da embarcação, a  cargo da empresa holandesa Smith, conseguiu descolar o casco do empurrador do fundo do rio.

Área de operações do resgate do empurrador da Bertolini. Imagem: TV Tapajós/SantarémÁrea de operações do resgate do empurrador da Bertolini. Imagem: TV Tapajós/Santarém

Ao ser localizado pelas equipes de içamento, na semana passada, o empurrador foi encontrado soterrado cerca de 80 por cento por areia e sedimentos fluviais, o que impedia o seu resgate pela cábria da Smith. Foi necessário o jateamento em torno do casco da embarcação para facilitar a remoção.

Na manhã desta terça-feira(28), segundo a Marinha, as manobras conseguiram descolar o empurrador do fundo do rio Amazonas. O deslocamento vai permitir a retirada da embarcação possivelmente ainda esta semana, o que vai possibilitar o resgate dos corpos de 9 pessoas que se encontravam no interior do empurrador na hora do naufrágio.

Segundo o capitão Ricardo Barbosa, "a Smith conseguiu desenterrar o empurrador ontem puxando, mas não foi retirado da água ainda".

Segundo Barbosa, o empurrador "será deslocado para uma posição a 1,5km descendo o rio e será colocado em um local com 20m de profundidade. Neste local ele será desvirado, será colocada a rede e ele será finalmente içado e retirado da água e colocado no dique flutuante. Quando será realizado o bombeamento dos tanques para aliviar o peso."

Santarém volta a depender de termoelétricas, alega Celpa, que não resolve constantes apagões

A Associação Comercial e Empresarial de Santarém(ACES) reunirá um grupo de trabalho para ir ao Ministério de Minas e Energia solicitar o acionamento de usinas termoelétricas em Santarém, tendo em vista o aumento da demanda energética e o longo prazo para conclusão da segunda linha de transmissão, cujas obras terão início em março de 2018. Já existe um Usina Termelétrica de Energia(ETE) instada pela Celpa desde 2014, que entrou em operação em 2015, mas que está inoperante.

Este é o resultado da reunião que a diretoria executiva da ACES com o presidente da Celpa Equatorial, Nonato Araújo para tratar sobre as falhas na distribuição de energia no município. A concessionária alega que mesmo com todos os investimentos realizados pela Celpa Equatorial, nos últimos cinco anos, o problema de energia elétrica é recorrente na região, que a demanda precisará ser suprida através da geração de energia por usinas movidas a óleo diesel. 

O presidente da Celpa reconheceu os problemas estruturais existentes para as intensas quedas de energia e adiantou o planejamento, “Vamos acionar o Ministério de Minas e Energia, ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) para que seja reativada a usina termoelétrica, além de ações específicas da Celpa”.

Neste segundo semestre do ano os afundamentos tem sido diários. A entidade que mantém um canal aberto para tratar sobre essas questões com a distribuidora vem cobrando ações emergenciais, pois os prejuízos crescem sem precedentes. “Reconhecemos a evolução do trabalho da Equatorial, porém não é o suficiente. Nossas agendas com o presidente Nonato são constantes e as cobranças de nossos associados são sempre colocadas em evidência”, complementou o presidente da ACES, Roberto Branco.

No encontro, o presidente da Celpa Equatorial pontuou os investimentos realizados desde 2012, quando ocorreu a recuperação judicial, somando R$ 3,5 bilhões, atendendo 2,5 milhões de clientes.

Nonato Araújo informou que o Operador Nacional de Sistemas ONS sinalizou que liberará o uso das térmicas a partir de setembro de 2018, porém a ACES e demais entidades farão novas articulações para adiantar esse período, uma vez que os afundamentos são constantes. “Não dá para esperar o próximo ano. O funcionamento das termoelétricas precisa ser imediato, embora não solucione 100% as falhas de energia, porém irá equilibrar a demanda”, finalizou Nonato.

Com informações de Kelyane Santos

Prosseguimento do resgate do empurrador da Bertolini será definido segunda-feira
Sábado, 25 Novembro 2017 13:16

Prosseguimento do resgate do empurrador da Bertolini será definido segunda-feira

Escrito por Agência Pará

As atividades operacionais para o içamento do empurrador CXX da empresa Bertolini prosseguem neste sábado e domingo. Até a segunda-feira, 27, novas tentativas de reflutuação serão feitas. A decisão foi tomada já na noite de ontem, após a reunião de avaliação realizada na sala de situação, montada na sede da Defesa Civil de Óbidos, oeste do Pará, da qual participaram os representantes das empresas seguradoras, Bertolini, Capitão dos Portos da Capitania Fluvial de Santarém, Segup/Grupamento Fluvial, Defesa Civil do Estado/Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Polícia Militar.
Apesar das tentativas realizadas ontem, a quantidade de sedimentos no casco da embarcação e a dificuldade de limpeza ainda dificultam a suspensão do empurrador, localizado a cerca de 60 metros de profundidade no rio Amazonas.
Caso não haja avanço na operação até a próxima segunda-feira, a empresa Smit, responsável pela operação de salvatagem, manterá contato com o chamado Clube de seguradoras (P&I) que atende a empresa Bertolini, a fim de definir nova decisão operacional para a solução do problema.
O empurrador CXX está preso por uma garra mecânica da estrutura operacional pertencente à Smit, empresa holandesa responsável pelo trabalho de resgate da embarcação. O empurrador que se chocou com o navio Mercosul Santos, deslocava nove balsas, as quais transportavam grãos de Porto Velho para Santarém.

Jatene inaugura unidade de polícia, entrega títulos de terra e autoriza construção de obras em seis municípios do oeste do Pará

O governador Simão Jatene entrega, nesta sexta (24) e sábado (25), mais uma Unidade Integrada de Polícia (UIP) linhas de crédito e títulos de terra em cinco cidades do Oeste do estado. Durante a viagem, o chefe do executivo ainda vai autorizar o início de mais seis obras na região.

A programação começa na sexta-feira em *Faro*. No município, ele participa da entrega da nova Unidade Integrada de Polícia (UIP). O espaço recebeu um investimento de R$ 1.140.080,28, sendo R$107.761,00 para a aquisição de material de informática e mobiliário. A UIP vem para trazer mais segurança à população com as policias civil e militar atuando juntas. O prédio tem espaço para abrigar sete salas, sendo cinco utilizadas para atendimento à população e duas de custódia. Possui ainda quatro alojamentos, além de uma copa/cozinha e uma sala de convivência. A fonte do recurso é o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Mais de 60 unidades integradas de polícia já foram entregues ao longo desses sete anos de governo. Ainda na cidade, o governador assina a ordem de serviço para a construção do terminal hidroviário do município no valor de R$4.350.226,30.

Pela parte da tarde, Jatene inicia a programação no município de *Terra Santa*. Lá, ele participa da inauguração da quadra poliesportiva da Escola Municipal Padre José Nicolino e assina a ordem de serviço, no valor de R$3.889.594,21, para a construção de um terminal hidroviário no município.

*Santarém* - Em Santarém, o chefe do executivo visitará a Associação Comercial e Empresarial da cidade para autorizar a construção de mais dois terminais hidroviários, um em Curuá e outro em Santana do Tapará. As obras estão orçadas em R$6.988.987,96.

Para encerrar o dia, o governador vai participar da abertura da 10ª edição do Salão do Livro do Baixo Amazonas, uma extensão da Feira Pan-Amazônica do Livro, onde fará uma visitação geral aos estandes.

*Prainha* - Pela manhã, Simão Jatene desembarca em Prainha para entregar benefícios do programa CredCidadão. Ao todo, R$40.800,00 serão divididos entre os 18 microempreendedores beneficiados. As atividades beneficiadas contemplam: comércio de confecções, cosméticos, bijuterias e farinha. O valor médio recebido por cada pessoa será em torno de R$ 2.400,00.

O Programa CredCidadão já liberou mais de três milhões de reais desde o início deste ano, contemplando mais de 1.109 microempreendedores de 54 municípios, cadastrados na linha convencional de microcrédito. Em 2016, a linha convencional atendeu 2.371 pessoas, somando R$ 5.893.965,00. No ano passado, o CredCidadão atendeu 516 pessoas em 20 municípios com IDH igualmente baixos, perfazendo um total de R$ 954,950,00 em microcréditos. Já na linha 110, de batedores de açaí, foram liberados para Belém e Cotijuba 12 microcréditos, no valor de R$ 56.500,00.

Ainda em Prainha, o governador vai entregar títulos de terra a pequenos agricultores. Com a ação, 35 famílias das comunidades de Boa Vista do Cuçari, Igarapé Seringal, Pisa Forte e Rodovia Transuruará serão beneficiadas. O presidente do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Daniel Lopes, estará presente neste momento que será marcado também pela assinatura do decreto que transfere a área patrimonial da Vila Santa Maria do Uruará ao município, a fim de promover o desenvolvimento urbano na área, onde residem cerca de três mil famílias.

Por fim, ainda em Prainha, o governador vai assinar ordem de serviço no valor de R$
R$3.267.162,68 para a construção de terminal hidroviário na cidade.

*Almeirim* - A programação pela região termina Almeirim. Na cidade, Jatene vai entregar mais 23 créditos para microempreendedores da região. Serão liberados mais de R$50.600,00 para investimento na linha convencional do programa, que contempla: salão de beleza, criação de aves, venda de cosméticos, alimentos, calçados, confecções e artigos para pesca. O valor médio recebido por cada beneficiário é de R$ 2.973,33.

Detran fará atendimento itinerante sábado e domingo em Óbidos e Juruti
Quinta, 23 Novembro 2017 16:17

Detran fará atendimento itinerante sábado e domingo em Óbidos e Juruti

Escrito por Agência Pará

Os municípios de Juruti, Portel, Cametá, Gurupá, Óbidos e Vigia vão receber no sábado (25) e domingo (26), o atendimento itinerante disponibilizado pelo Departamento de Trânsito do Estado (Detran). A ação é dividida em três fases. Em Portel e Juruti haverá somente a primeira etapa do processo. Já Vigia receberá a segunda, e os demais municípios contarão com as segunda e terceira fases.

A fase inicial conta com serviços de emissão do boleto de primeira habilitação, renovação da CNH e mudança de categoria, além dos exames médico e psicotécnico, captura de imagem e biometria. A segunda é composta pela emissão de boletos para o exame teórico e a aplicação da prova de legislação. Na última, o candidato passa pelo exame prático ou exame veicular.

A equipe volante do Detran estará um dia antes da ação itinerante nas Ciretrans dos municípios onde a biometria ainda não está disponível, a fim de cumprir o que determina a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Os candidatos à primeira habilitação no interior do Estado precisam ficar atentos às novas normas estabelecidas para a aquisição da Carteira Nacional de Habilitação provisória.

É preciso marcar o atendimento na Ciretran local ou pelo site do Detran. O candidato também precisa comparecer na data marcada para o exame já com o boleto pago. A coordenadora do Núcleo de Ciretrans do Detran, Giselle Sanjad Maués, assegurou que o cronograma de atendimentos itinerantes será mantido até o final do ano.

Locais de atendimento:

Juriti – Escola Municipal Profª. Maria Lúcia – Trav. Benjamim Amadeu de Souza – Bairro: São Marcos

Óbidos – Escola Municipal Inglês de Souza S/N – Rua Antonio Brito de Souza.

Retirada de sedimentos acumulados sobre empurrador da Bertolini prossegue na tentativa de reduzir peso para permitir içamento

Prosseguem na manhã desta quinta-feira(23) os trabalho de retirada de sedimentos que se concentram na maior parte da estrutura do empurrador da Bertolini, que naufragou no rio Amazonas, próximo a Óbidos, dia 2 de agosto, após o comboio de balsas que transportava colidir com o navio Santos Mercosul.

Com esse peso extra, não tem sido possível qualquer tentativa de remoção. A opção é escavar em volta do empurrador, o que não estava previsto inicialmente no plano de de resgate aprovado pela Marinha.O delegado Dilermando Dantas, do grupamento fluvial da Polícia Civil está em Óbidos, acompanhando a operação.

Dantas informou que todas as alternativas de içamento estão sendo adotadas em respeito às famílias das pessoas desaparecidadas. "Se fosse pela embarcação em si a empresa já tinha desisitido do resgate, mas em respeito às famílias das pessoas cujo corpos estão presos no interior da embarcação é que a operção continua".

 

Nove pessoas estão desaparecidas e os corpos provavelmente estão presos no interior da embarcação, que está afundada a uma profundidade de mais de 60 metros, em local de forte correnteza, o que tem dificultado a execução do resgate pela empresa holandesa Smith, contratada pela Bertolini, proprietária do empurrador.

Segundo o delegado da Marinha, capitão Ricardo Barbosa, no final do dia haverá nova reunião com os órgãos de segurança para avaliar os resultados. A Smith está retirando os sedimentos através de um jateador acoplado na garra do guindaste da cábria que faz o serviço de içamento do empurrador.

Pagina 3 de 167