Índios venezuelanos em Santarém já são mais de 90
Segunda, 30 Outubro 2017 08:36

Índios venezuelanos em Santarém já são mais de 90

Escrito por Portal OESTADONET

A presença índios Warao, em Santarém, provenientes da Venezuela que, até a última sexta-feira(27), formavam um grupo de cerca de 50 refugiados, esta segunda-feira(30) cresceu mais ainda. Um grupo 39 indígenas amanheceu na praça da Matriz, provenientes de Manaus, formado predominantemente por mulheres e crianças.

O aumento do número de índigenas que buscam refúgio no Brasil vai agravar ainda mais as condições de sobrevivência em que ja se encontra o primeiro grupo, que chegou a Santarém no dia 28 de setembro.

Esse grupo foi abrigado primeiramente em uma instituição religiosa e depois no Centro de Formação Franciscana, ligado a Diocese de Santarém, no bairro Jardim Santarém que se disponibilizou a recebê-los por 30 dias. Mas com a chegada de cerca de 20 índios, na primeira quizena deste mês, o abrigo ficou supelotado e muitas mulheres perambulam pelas ruas e mercados da cidade para pedir esmola e comida.

Atualmente, a Prefeitura de Santarém está prestando assistência alimentar e social aos refugiados por meio dos equipamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtras). Um novo local servirá de abrigo para os indígenas refugiados da Venezuela. O local é a escola Municipal Nossa Senhora de Fátima, desativada desde 2013 no bairro Cambuquira, às margens da BR-163. O prédio será adaptado para melhor receber os venezuelanos.

Até o fechamento desta matéria, os indigenas que estão alojados debaixo de árvores, na praça da Matriz, ainda não haviam sido abordados, até às 8h30, pelo serviço de assistência social da Prefeitura.

 

FGTS pode ser liberado para pagar empréstimo consignado
Domingo, 29 Outubro 2017 11:35

FGTS pode ser liberado para pagar empréstimo consignado

Escrito por Portal OESTADONET

O Governo Federal prepara uma Medida Provisória (MP) com o objetivo de permitir aos trabalhadores que pedirem demissão sacar o dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para pagar empréstimo consignado. A informação foi divulgada neste sábado pelo site do jornal “O Globo”. Segundo a publicação, a proposta contempla, ainda, o trabalhador que for demitido por justa causa, o que não seria permitido pela legislação. Além de atingir os casos de demissão acordada entre empregados e patrões, nova forma de dispensa incluída na reforma trabalhista que entra em vigor no próximo mês. De acordo com a minuta da Medida, o saque fica limitado a 10% do saldo da conta vinculada dos trabalhadores, sendo autorizado nas operações em que o FGTS for dado como garantia do crédito consignado.

O Conselho Curador do FGTS protestou contra a MP preparada pelo governo. Eles temem uma sangria no Fundo dos trabalhadores — que já teve suas reservas reduzidas por causa do saque das contas inativas no valor de R$ 44 bilhões e com a retirada dos recursos por causa do aumento do desemprego nos últimos dois anos. Em função disso, o orçamento plurianual (entre 2018 e 2021) do Fundo, aprovado pelos conselheiros esta semana, encolheu em todas as modalidades de financiamento (habitacional, saneamento básico e projetos de mobilidade urbana). O valor total cairá de R$ 88 bilhões este ano para R$ 85,5 bilhões em 2018 e R$ 81,5 bilhões até 2021.

REGRAS DESDE ABRIL

Em abril deste ano, a Caixa Econômica Federal implementou novas regras para uso do Fundo como garantia para empréstimos consignados, com parcelas descontadas diretamente na folha de pagamento dos trabalhadores. A nova modalidade de crédito tem 48 meses de prazo para pagamento e taxas de até 3,5% ao mês. O FGTS assegura que o valor emprestado, ou pelo menos parte dele, poderá ser imediatamente recuperado caso o trabalhador perca o emprego.

 

De acordo com a Caixa, os valores emprestados pelos bancos dependerão do quanto os trabalhadores têm depositado na conta vinculada do FGTS. Pelas regras, eles podem dar como garantia até 10% do saldo da conta e a totalidade da multa de 40% em caso de demissão sem justa causa, valores que podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perde o vínculo com a empresa em que estava quando fez o empréstimo consignado.(DOL)

WhatsApp agora permite excluir mensagem antes de ser lida
Sexta, 27 Outubro 2017 13:58

WhatsApp agora permite excluir mensagem antes de ser lida

Escrito por DAM 24h

Nesta sexta-feira (27), o WhatsApp começou a liberar a atualização há muito esperada pelos usuários, a função de apagar as mensagens antes que o destinatário tenha lido.

 

O recurso já havia sido visto em versões Beta, mas ainda não era possível saber quando a novidade chegaria efetivamente, de acordo com o site Tecmundo.

Uma página no site oficial do WhatsApp descreve bem a função. A novidade está sendo liberada para Android, Windows Phone e iOS.

Esta atualização deve ser disponibilizada aos poucos durante os próximos dias. Ou seja, mesmo atualizando o seu WhatsApp, é possível que você ainda não tenha acesso ao recurso.

Veja como funciona a nova função

Apagando as mensagens

Você pode apagar mensagens para todos ou somente para você.

Para apagar mensagens para todos

Apagar mensagens para todos permite que você apague mensagens específicas enviadas para uma conversa individual ou em grupo. Isso é particularmente útil se você enviou uma mensagem para o grupo incorreto ou se a mensagem que você enviou contém erros.

As mensagens que você apagou para todos serão substituídas por “Esta mensagem foi apagada” na conversa do seu destinatário (*). Assim como, se você vir “Esta mensagem foi apagada” em uma conversa, isto significa que o remetente apagou a mensagem para todos.

Você poderá apenas apagar mensagens para todos até sete minutos após seu envio. Uma vez que se passaram sete minutos, não será mais possível apagar a mensagem para todos. Para apagar mensagens para todos:

Abra o WhatsApp e vá até a conversa com a mensagem que você quer apagar.

Toque e segure a mensagem. Opcionalmente, toque em mais mensagens para apagar várias mensagens de uma vez.

Toque em Apagar  na parte superior da tela > Apagar para todos.

Importante:

Para que as mensagens sejam apagadas para todos com sucesso, você e o recipiente precisam ter a última versão do WhatsApp para Android, iPhone ou Windows Phone.

(*) Se você ou o destinatário não possuem a versão mais recente do WhatsApp para Android, iPhone ou Windows Phone, este recurso não será suportado.

Os destinatários poderão ver sua mensagem antes que ela tenha sido apagada ou se não tiver sido eliminada com sucesso.

Você não será notificado se a mensagem não for eliminada com sucesso.

Para apagar mensagens somente para você

Apagar mensagens para você permite que você apague mensagens enviadas ou recebidas no seu telefone. Isso não terá efeito na conversa do seu destinatário. Seu destinatário ainda verá as mensagens em sua tela de conversas. Para apagar mensagens para você:

Abra o WhatsApp e vá até a conversa com a mensagem que você quer apagar.

Toque e segure a mensagem. Alternativamente, toque em mais mensagens para apagar várias mensagens de uma vez.

Toque em Apagar  na parte superior da tela > Apagar para mim.

Clique aqui para ver como funciona a novidade para iOS

Pedestre que ficar no meio da rua ou atravessar fora da faixa será multado em R$ 44
O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) publicou uma resolução, nesta sexta-feira, que define as regras para multas a pedestres e ciclistas que andarem fora das áreas permitidas. A medida começa a valer em 180 dias.

As punições já estavam previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 1997, mas nunca foram praticadas porque não havia regulamentação de como seriam feitas.

 

A multa para o pedestre que ficar no meio da rua ou atravessar fora da faixa, da passarela ou passagem subterrânea será de R$ 44,19 – o equivalente à metade do valor da infração leve atual.

A mesma autuação vale para quem utilizar as vias sem autorização para festas, práticas esportivas, desfiles ou atividades que prejudiquem o trânsito.

Como será a multa

O agente de trânsito ou autoridade que constatar a infração deverá preencher um ‘auto de infração’, que pode ser eletrônico, com o nome completo, documento de identificação e, ‘quando possível’, com o endereço e o CPF do infrator, de acordo com o Denatran.

Marinha socorre passageira em trabalho de parto em Ferry Boat a caminho de Santarém
Sexta, 27 Outubro 2017 07:14

Marinha socorre passageira em trabalho de parto em Ferry Boat a caminho de Santarém

Escrito por Portal OESTADONET

Na madrugada do dia 26 de outubro, a Capitania Fluvial de Santarém (CFS) realizou o resgate de uma passageira em trabalho de parto, durante a travessia da Cidade de Monte Alegre para Santarém-PA, na localidade conhecida como Boca do Tapará, a cerca de 10 Milhas Náuticas de Santarém.
A Marinha recebeu o chamado de socorro da tripulação do Ferry Boat “Dona Ruth”, informando sobre a situação da passageira, que estava perdendo líquido amniótico.
A Capitania enviou para o local uma Equipe de Inspeção Naval juntamente com uma enfermeira do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para apoiar no atendimento.

Waldiney Pires, do Isco, é o vice de Anselmo Colares na eleição para reitoria da Ufopa

O professor Waldinei Pires, diretor do Instituto de Saúde Coletiva(ISCO), será o companheiro de chapa do professor Anselmo Colares, na disputa pela reitoria da Ufopa.

A inscrição da chapa Somos UFOPA será nesta sexta-feira(27), às 15 horas.

Jatene assina decreto que ativa o 35° Batalhão de Polícia Militar em Santarém
Quinta, 26 Outubro 2017 11:58

Jatene assina decreto que ativa o 35° Batalhão de Polícia Militar em Santarém

Escrito por Portal OESTADONET

O governador Simão Jatene assinou decreto, publicado no Diário Oficial do Estado, que ativa, denomina e determina circunscrição de Unidades Operacionais de Polícia Ostensiva na Polícia Militar do Pará visando atender com maior eficiência e eficácia a execução das ações da ordem pública no município de Santarém.

Pelo decreto, fica ativada na estrutura organizacional do 35° Batalhão de Polícia Militar (35° BPM), subordinado ao Comando de Policiamento Regional I. O município já conta com 3° Batalhão de Polícia Militar.

A 2ª Companhia Independente de Missões Especiais (2ª CIME), com sede no Município de Santarém, ficará subordinada ao Comando de Missões Especiais (CME).

 

Santarém e Itaituba passam a contar com banco de dados fundiários
Quinta, 26 Outubro 2017 09:06

Santarém e Itaituba passam a contar com banco de dados fundiários

Escrito por Portal OESTADONET, com informações de Lila Bemerguy

O projeto Sistema Geográfico de Informações Fundiárias – SIG Fundiário, que foi lançado na última segunda-feira, em Santarém, visa modernizar a gestão fundiária na região do Tapajós, por meio da expansão do Sistema Integrado de Informações Fundiárias - SIGF, consiste em uma plataforma que integra bancos de dados com um grande número de informações fundiárias, desde a origem do patrimônio, até as diferentes destinações registradas nos órgãos de terra e em cartórios. A plataforma tem o propósito de promover o intercâmbio e o compartilhamento das informações entre órgãos públicos estaduais e federais.

No oeste do Pará, Santarém e Itaituba são os primeiros a integrar o projeto. O sistema prevê o escaneamento de documentos fundiários dos cartórios, Incra e Iterpa, que em seguida são vetorizados e incluídos em um sistema que fornecerá aos órgãos autorizados e mediante senha de acesso, todas as informações fundiárias de determinada área, como documentos, mapas e cadeia dominial.

Até sexta-feira (27), uma equipe está recebendo capacitação técnica para a digitalização de documentos, para seguir o trabalho nos cartórios e no Incra, em Santarém e Itaituba.

No Pará, sete municípios já estão com as informações integralmente digitalizadas, e três estão em processo de digitalização. Os municípios piloto foram Acará, Concórdia, Tailândia, Tomé Açu, Mocajuba e Moju.

“Esse é um dia histórico para o Ministério Público”, disse a promotora de justiça Ione Nakamura, coordenadora do Núcleo de Questões Agrárias Fundiárias e titular da promotoria regional Agrária de Santarém. “Uma proposta que sistema que vai ajudar no trabalho não só do MPPA, mas do poder Judiciário, e de toda a sociedade na resolução de conflitos graves que temos no Estado do Pará, que são os conflitos agrários”, ressaltou.

O analista de Geoprocessamento Sérgio Costa (IntegraData Amazônia/UFPA), apresentou o sistema e o modo de funcionamento. Toda a plataforma foi construída com o uso de softwares livres e permite conversar com outros sistemas já existentes. “As equipes vão aos cartórios, Iterpa e Incra, para digitalizar os documentos que serão inseridos. Uma outra faz o cadastramento e vetorização. Todas as informações vão para um banco de dados único. No futuro esse sistema estará disponível para instituições como o Ministério Público e Tribunal de Justiça para agilizar o processo de análise de documentos”, explicou Sérgio.

Quarta, 25 Outubro 2017 14:13

Concorrência milionária na educação em Placas

Escrito por Portal OESTADONET

A microempresa Empreiteira e Representações Galvão só é pequena na razão social, mas o faturamento é alto.

Na surdina, acaba de abocanhar, mediante licitação, um contrato de mais de 2, 4 milhões de reais junto à prefeitura de Placas, município com cerca de 28 mil habitantes, na região da rodovia Transamazônica, no Oeste do Pará.

Os recursos para a construção de duas unidades de educação infantil, na zona urbana do município, virão do Fundo Municipal de Educação. A empresa tem 240 dias para concluir as obras.

UEPA chama para matrícula candidatos aprovados para cursos de modalidade à distancia

A Universidade do Estado do Pará (Uepa), com base nas normas do Edital nº 41/2017, convoca para matrícula candidatos classificados no Processo Seletivo Especial 2017 (modalidade à distância).

Os aprovados deverão efetivar a inscrição na instituição no período de 26 a 27 de outubro, das 8h às 12h e das 14h às 18h. A lista dos convocados está disponível em www.uepa.br.

 

 
Justiça estadual julga primeiro processo judicial eletrônico no Pará
Quarta, 25 Outubro 2017 09:00

Justiça estadual julga primeiro processo judicial eletrônico no Pará

Escrito por Com informações de Marinalda Ribeiro

Os desembargadores da Seção de Direito Público do Tribunal de Justiça do Pará julgaram, em reunião colegiada terça-feira(24), o primeiro feito interposto através do sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe). Trata-se de um Agravo Interno em Mandado de Segurança, relatado pela desembargadora Luzia Nadja Nascimento, que também preside a Seção de Direito Público. Os magistrados, após votação, negaram provimento ao recurso, mantendo a decisão de extinção do processo sem resolução de mérito.

Em relação ao feito julgado, a Oxbow Brasil Energia, Indústria e Comércio Ltda interpôs Agravo Iterno questionando a decisão monocrática da desembargadora Luzia Nadja Nascimento, que extinguiu, sem julgamento de mérito, o Mandado de Segurança, através do qual a empresa questionava a suspensão, por parte da Comissão de Política de Incentivos ao Desenvolvimento Soicioeconômico do Estado do Pará, dos benefícios fiscais anteriormente concedidos pelo Estado à Owbow.

De acordo com o processo, os benefícios foram suspensos considerando a existência de graves irregularidades por descumprimento das metas projetadas relativas à geração de emprego, massa salarial, receita bruta e compra de insumos no Estado. Tais irregularidades, conforme o artigo 14 do Decreto Estadual nº 2.490/2006, autorizam a suspensão liminar de benefícios fiscais concedidos. Além disso, a empresa não juntou as provas necessárias na ação de mandado de segurança que apontam o seu suposto direito ao restabelecimento dos benefícios.

De acordo com a desembargadora Luzia Nadja, o PJe vem contribuir sobremaneira para a necessária celeridade processual, permitindo uma nova visão sobre o sistema judiciário. A adoção do sistema PJe implica em maior rapidez na tramitação processual, com a publicidade dos atos em tempo real, diminuição do tempo morto (deslocamento do processo entre secretarias e gabinetes) e acesso a documentos, quando for o caso, de forma instantânea.

 

Pará é o segundo na lista do trabalho escravo. Ministra do STF suspende portaria que dificultava fiscalização
Terça, 24 Outubro 2017 12:02

Pará é o segundo na lista do trabalho escravo. Ministra do STF suspende portaria que dificultava fiscalização

Escrito por Ascom MPF e Redação do Portal OESTADONET

16 estabelecimentos – a maioria fazendas – instalados no Pará estão entre os 131 estabelecimentos do país onde houve ocorrência de trabalho escravo. A nova lista suja do trabalho escravo,  deixa o estado na segunda colocação, só perdendo para Minas Gerais, com 42 empregadores infratores.

Na manhã desta terça-feira(24),a ministra Rosa Webr, do STF, concedeu liminar suspendendo os efeitos de portaria que fazia alterações relacionadas ao trabalho escravo. A ministra atendeu pedido feito pelo partido Rede Sustentabilidade.

Em números de trabalhadores escravizados, o Pará fica na terceira posição, com 116 pessoas flagradas sendo submetidas a condições semelhantes às de escravidão. Minas Gerais registra 1008 casos, e o Paraná tem a segunda posição, com 156 escravizados. 

A lista suja é uma relação de empreendimentos em que houve flagrante de trabalho escravo e cujos responsáveis foram condenados administrativamente por decisão contra a qual não cabe recurso. Caso os infratores paguem as multas devidas e não voltem a praticar o crime, o nome do estabelecimento pode deixar a lista suja após dois anos. 

O documento tem sido utilizado, por exemplo, como apoio para empresas no momento da decisão de contratar ou não fornecedores citados na relação de infratores. 

Confira aqui a íntegra da lista suja.

Arcon propõe carteirinha para garantir gratuidade nos transportes intermunicipais aos deficientes.
Terça, 24 Outubro 2017 10:05

Arcon propõe carteirinha para garantir gratuidade nos transportes intermunicipais aos deficientes.

Escrito por Lourdes Cezar, Agência Pará

Belém - A proposta foi apresentada durante a reunião que aconteceu nesta sexta-feira (20), e pretende amenizar um dos problemas mais frenquentes entre operadores e usuários no transporte público intermunicipal do  Pará: a gratuidade para as pessoas com deficiência.

Diretores da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-PA) sugeriram modificação no atual sistema, que vem sendo utilizado através da resolução nº 05/2000, que se refere ao inciso I, do art.2º, do Decreto Estadual nº 3.947, de 24 de março de 2000, que obriga as pessoas com deficiência a apresentarem, no momento da emissão do bilhete da gratuidade, um laudo assinado pelo médico devidamente  credenciado pelo Sistema Único de Saúde - SUS, atestando a deficiência com reconhecida dificuldade de locomoção.

O atual sistema facilita as falsificações, muitas vezes os documentos apresentados têm origem duvidosa e chegam a ser rejeitados pelos operadores, o que gera um certo tipo de constrangimento e até conflitos com os usuários. Além disso, as próprias pessoas com deficiência reclamam de ter que carregar um documento tão grande, que costuma rasgar e amassar durante o manuseio.

Na tentativa de solucionar o problema, a Arcon-PA sugeriu que os laudos  sejam substituídos por uma carteirinha na hora da aquisição dos bilhetes. O novo documento trará a foto do beneficiário e terá  ainda dispositivos de segurança, que visam dificultar as falsificações. O documento será pioneiro, não existe em nenhum outro Estado da  Federação, e dará a garantia ao operador que a pessoa que ele está  transportando realmente tem esse direito.

Além disso, as novas carteiras terão um sistema QR Code, um código utilizado para armazenar dados gerais, e acessado através de aplicativos  que escaneiam códigos de barra. “A nova carteira é um documento  moderno e seguro, onde devem constar somente as informações  necessárias para o usuário e para o operador, e torna quase zero as  chances de falsificação”, ressaltou o diretor geral da Arcon-PA, Bruno Guedes.

Segundo Bruno Guedes, o processo para a mudança do sistema já está adiantando. Uma empresa, que vai trabalhar em parceria com a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Pará (Prodepa), já foi contratada e está providenciando o software para a instalação do programa.

A novidade em todo esse sistema é que o mesmo não vai precisar de conexão via internet para ser utilizado. “Nós tivemos esse cuidado de pensar em todos os detalhes, até porque quando o sistema estiver funcionando, não podem aparecer falhas. O Pará é um Estado com dimensões continentais, e em muitos lugares o sinal de internet ainda apresenta falhas, por isso criamos um sistema que não necessita desse tipo de recurso. O aplicativo será instalado nos celulares dos fiscais e dos  operadores, e poderá ser utilizado sem a internet”, concluiu Guedes.

Para a presidente do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, Gisele Costa, a iniciativa da Arcon-PA é louvável, pois traz maior segurança e a garantia dos direitos das pessoas com deficiência que utilizam o transporte público intermunicipal.

A previsão é que até o início de 2018 a Arcon-PA já comece a emitir as primeiras carteiras de gratuidade desse público específico.

Ex-prefeitos, vereador, empresas de ônibus e madeireiras têm bens que serão leiloados, quinta-feira, pela Justiça Federal

O leilão que será realizado pela Vara da Justiça Federal de Santarém, quinta-feira(26), às 9 horas, apresenta uma extensa e diversificada lista de bens penhorados que estarão à disposição para arrematação.

Os ex-prefeitos de Santarém e Belterra, Ronan Liberal e Oti Santos, respectivamente, estão com imóveis na relação de bens a serem leiloados.

Nada menos que cinco empresas de ônibus de Santarém terão terrenos e veículos colocados em hasta pública.

As empresas de transporte TransAzevedo, Santa Edwiges, Perpétuo Socorro, Andorinha e Alter do Chão estão sendo executadas por dívidas junto ao INSS e à Justiça do Trabalho. De uma só empresa, quatro ônibus serão leiloados.

Execuções promovidas pelo IBAMA levaram a leilão bens de duas madeireiras – Madesa e Alecrim. Esta última tem um estoque de mais de 500 metros quadros de piso industrial de madeira a ser leiloado.

A empresa Marques Pinto terá uma balsa leiloada e um hotel da cidade terá grande parte de seu mobiliário e equipamentos oferecidos no leilão. Nada menos que 7 centrais de ar, 45 televisores 32 polegadas, 39 frigobares e 39 camas.

O transmissor da Rádio Ponta Negra AM e uma lancha de 22 pés, do vereador Alaércio Cardoso(PRTB), também serão leiloados.

A relação completa dos bens você confere aqui.

Confirmado concurso com 5.865 vagas na Polícia Militar do Amazonas
Segunda, 23 Outubro 2017 08:14

Confirmado concurso com 5.865 vagas na Polícia Militar do Amazonas

Escrito por Jornal dos Concursos

Boa notícia para quem aguarda pelo concurso da Polícia Militar do Estado do Amazonas (PM/AM), que foi anunciado em 2014. A Secretaria de Segurança Pública (SSP/AM) divulgou que o certame terá um total de 5.865 vagas.

De acordo com o órgão, o edital está previsto para ser publicado até dezembro deste ano. Ainda não foi definida a banca organizadora e nem revelados os detalhes sobre as provas.

A expectativa é de que o concurso da PM/AM ofereça chances nas carreiras de soldado e oficial, que foram as apresentadas anteriormente pelo então governador do Estado.Para concorrer ao posto de soldado será necessário possuir ensino médio completo; enquanto a função de oficial poderá exigir de nível médio ou superior, de acordo com a especialidade a ser oferecida.

Em 2011, a PM lançou concurso com 2.473 vagas, sendo 2 mil para soldado, 29 para praça especialista, 39 para oficial de saúde e 405 para oficial combatente.

Avião cai ao fazer manobras para festejar dia do aviador em Itaituba: cinco mortos

Um avião monomotor, modelo Cesnna 210, prefixo PP-ORU, de propriedade da empresa Ourominas, caiu no final da tarde deste domingo(22) às proximidades da cabeceira da pista do aeroporto de Itaituba, sudoeste do Pará.

O piloto Diego Patrick Kroetz Alves Resende, o co-piloto Weverton Marinho e mais três passageiros morreram na queda -Belania Dantas, Rosa Werlang e Josenilde Oliveira - após manobra de exibição em comemoração ao Dia do Aviador, que transcorre nesta segunda-feira(23), data de nascimento do patrono da aviação, Santos Dummont.

 

 

Piloto Diego Kroetz/Arquivo/FacebookPiloto Diego Kroetz/Arquivo/Facebook

*Esta matéria está sendo atualizada.

 

 
Pagina 3 de 163