Manganês: meio século
Domingo, 28 Maio 2017 13:06

Manganês: meio século

Escrito por Lúcio Flávio Pinto

A jazida de Serra do Navio, no Amapá, começou a produzir manganês no dia 5 de janeiro de 1957, nove anos depois do início das atividades de pesquisa no local. Em 1934 um técnico do DNPM registrou a presença do manganês na área. Mas só em 1945 um canoeiro do rio Amapari, Mário Cruz, encontrou amostras do minério e o levou para o governador do Amapá (transformado em território federal com parte do território do Pará, em 1943). Janary Nunes criara um programa de estímulo a descobertas de minérios, premiando quem lhe entregasse pedaços de rocha. 

O início da utilização em escala empresarial do subsolo da Amazônia completou, portanto, 60 anos. A concessão para a utilização da jazida amapaense foi de 50 anos. Antes desse prazo, porém, a Icomi encerrou suas atividades, por ter exaurido o minério de interesse comercial. Até hoje, a herança é ingrata: buracos estéreis e rejeitos contaminados.
Ainda assim, parece que desde então a lavra mineral não mudou para melhor. O imposto sobre a extração era de 5% sobre o valor da retirada do minério (85% . O de exportação, 5% até o limite de 500 mil toneladas e 10% acima desse volume. Hoje, a exportação é livre de imposto, havendo apenas a compensação financeira.

Divulgados resultados preliminares e cronogramas do concurso da Polícia Civil do Pará

A edição desta sexta-feira (26) do Diário Oficial do Estado traz o resultado preliminar da etapa do exame médico e novos cronogramas dos concursos C-202, para provimento de cargos de nível superior da Carreira Policial de Delegado, e C-203, para provimento de cargos de nível superior das carreiras policiais de Investigador, Escrivão e Papiloscopista.

A alteração no resultado do exame médico foi motivada pelo Ofício n.° 1132/2017 (Processo nº 2017/159421), originado da Procuradoria Geral do Estado, que solicitava informações sobre o andamento da etapa. Após auditoria realizada pela FUNCAB, por solicitação da Secretaria de Estado de Administração (Sead), da Polícia Civil do Pará e da própria PGE, a organizadora do certame detectou incorreções no resultado da etapa de exame médico.

Assim, considerando a deliberação da comissão do concurso pela eliminação dos candidatos considerados inaptos após o resultado da auditoria, decidiu-se pela anulação dos editais 25/2017, de 09 de fevereiro de 2017, publicado no DOE nº 33.312, de 10 de fevereiro de 2017, e nº 30/2017, de 25 de abril de 2017, publicado no DOE 33.361, de 26 de abril de 2017, que tornaram público o resultado definitivo e preliminar da Etapa de Exame Médico, respectivamente.

Os candidatos considerados inaptos poderão consultar o motivo da inaptidão por meio de link de consulta individual, disponível no site www.funcab.org. Os recursos contra o resultado preliminar do exame médico poderão ser apresentados nos dias 29 e 30 de maio.

No total, 212 candidatos foram considerados aptos na etapa para o cargo de delegado; 656 para o cargo de investigador; 326 cargos de escrivão e 43 para o cargo de papiloscopista.

A próxima etapa para o cargo de delegado, exame psicológico, deverá ser realizada no dia 2 de junho. Já os cargos de investigador, escrivão e papiloscopista terão como próxima etapa a investigação criminal e social, no período de 12 a 16 de junho de 2017.

Sexta, 26 Maio 2017 10:13

Servidor público consegue licença paternidade de 180 dias

Escrito por Correio Braziliense

Um servidor público do Distrito Federal conseguiu uma liminar na justiça para tirar licença paternidade de 180 dias - mesmo tempo que é utilizado para as servidoras. Ele havia entrado com o pedido de urgência, já que a mãe da criança faleceu 21 dias após o parto. O governo do DF tinha recusado a solicitação para a equiparação das licenças, mas a juíza substituta da 1ª Vara de Fazenda Pública deferiu a medida solicitada pelo autor. 

De acordo com a decisão do magistrado, esse período de licença garante ao bebê a proteção do veículo afetivo. E por causa do falecimento da mãe, agora, resta à criança o apoio do pai - que além dos direitos, cabe a ele a responsabilidade da criação. O texto também afirma que é imprescindível a presença de, ao menos, um dos genitores de um recém nascido. Entretanto, a decosão não é definitiva e pode ser objeto de recurso.  

 

Prorrogada campanha de vacinação contra a gripe até dia 9 de junho
Quinta, 25 Maio 2017 14:41

Prorrogada campanha de vacinação contra a gripe até dia 9 de junho

Escrito por Redação

A 19ª Campanha de Vacinação contra a Influenza iniciou no dia 17 de abril e teria um prazo para terminar nesta sexta-feira, 26. No entanto, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) decidiu prorrogar a campanha no Pará até 09 de junho, para que os municípios consigam fazer com o que o Estado atinja a meta mínima de 90% de vacinados.

Até às 11 horas desta quinta-feira, 25, foram vacinadas 833 mil pessoas no Pará, segundo dados constantemente atualizados pelo vacinômetro do Ministério da Saúde, disponível para consulta pública pelo link (http://sipni.datasus.gov.br/si-pni-web/faces/relatorio/consolidado/vacinometroInfluenza.jsf). Em Santarém, menos de 60% se vacinaram.

No chamado vacinômetro, o internauta pode consultar o número de pessoas vacinadas e classificadas entre os grupos prioritários. Pelos dados, 52% da meta foi atingida no Pará. 

Igeprev e Sespa prorrogam até hoje inscrições para processos seletivos
Quinta, 25 Maio 2017 10:41

Igeprev e Sespa prorrogam até hoje inscrições para processos seletivos

Escrito por Portal OESTADONET

O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) e a Secretaria de Saúde Pública (Sespa) prorrogam a data e horário final das inscrições nos seus respectivos processos seletivos. 

Os interessados em participar do certame do Igeprev podem se candidatar até às 23h59 desta quinata-feira (25). 

As vagas são para assistente administrativo, analista de investimento, técnico de administração e finanças, técnico em gestão de informática, técnico previdenciário A e técnico previdenciário B. 

Para a seleção da Sespa, que igualmente contratará para regime temporário, o encerramento também é nesta quinta-feira, às 23h59. 

As demais normas dos editais ficam mantidas. Leia aqui.

Estradas precárias deixam Alenquer praticamente isolado na Calha Norte
Quinta, 25 Maio 2017 08:46

Estradas precárias deixam Alenquer praticamente isolado na Calha Norte

Escrito por Portal OESTADONET

São mais de 3 mil quilômetros de rodovias estaduais, vicinais e ramais na zona rural de Alenquer que estão praticamente intrafegáveis há pelo menos um mês, depois da intensificação das chuvas na região da calha norte do rio Amazonas.

Sem manutenção, as rodovias estaduais, de responsabilidade da secretaria de transportes, Setrans, e as vicinais que deveriam ser conservadas pelo Incra, deixam o município de Alenquer praticamente isolado dos municípios vizinhos, como Monte Alegre, Curuá e Óbidos. Muitos trechos das estradas formam imensos atoleiros.

O prefeito Juraci Estevan de Souza reclama que além dos atoleiros, as pontes estão em situação precária. São mais de 100 pontes de madeira comprometidas, das quais, 10 estão destruídas.

A Setrans informou, através do chefe do núcleo de transportes, em Santarém, engenheiro Carlos Merabet, que esta semana sairá o resultado de duas licitações para conservação das PA’s 254 e 243, que dão acesso a Alenquer através do ramal do Cuamba, na localidade de Murumuru, w São João, no km 14 da PaA-255..

O INCRA, através da assessoria de imprensa do órgão aqui no Oeste do Pará, informou que os convênios com a prefeitura de Alenquer para a recuperação de 106 quilômetros de  vicinais em cinco assentamentos de Alenquer estão com pendências. O Incra encontrou itens do projeto pagos pelo Município, mas que não constam na prestação de contas. 

Segundo o INCRA, quanto a 2013, ainda não foi paga a última parcela desse convênio porque o Município de Alenquer deixou de apresentar nas prestações de contas parciais documentos relativos à fiscalização de obras.

Para este ano, o Incra explica que, em razão do contingenciamento de recursos, o foco na negociação com as Prefeituras é atuar nas situações emergenciais, em trechos de estradas considerados  críticos.

Através de nota, a assessoria de imprensa informou que Prefeitura Municipal de Alenquer “ já iniciou a articulação necessária para retomar os convênios firmados com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e assim viabilizar a manutenção das pontes em questão”.

Atualização. Nota da Segup: Confronto durante cumprimento de mandados de prisão em fazenda resulta em pelo menos 10 mortes no sul do Pará

Um confronto entre supostos invasores de terra e policiais militares e civis terminou em tragédia, com pelo menos 10 mortos, em uma fazenda chamada Santa Lúcia, localizada no município de Pau D'Arco, distante cerca de 50 km de Redenção, no sudeste paraense, na manhã desta quarta-feira (24).

As informações iniciais apontam que policiais militares e civis foram até a fazenda para cumprir um mandado de prisão, mas foram recebidos a tiros e precisaram revidar.

Durante o confronto, ao menos 10 pessoas foram mortas, sendo 9 homens e 1 mulher.

Também foram encontradas e apreendidas 10 armas de fogo, entre espingardas, escopetas e uma pistola, além de munição.

(Foto: via Whatsapp)

Os corpos foram recolhidos e transferidos para o necrotério do Hospital Iraci Machado de Araújo, em Redenção, por volta das 13h, e devem seguir para o Instituo Médico Legal (IML) em Marabá.

Até às 16h de hoje, nenhuma das vítimas fatais foi identificada.

 

(Foto: via Whatsapp)

A fazenda Santa Lúcia é a mesma onde um segurança foi morto em uma emboscada, no início deste mês. 

Mais informações em instantes.

(DOL com informações da Gilson Campos/RBATV)

 

NOTA SEGUP

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informa que, na manhã desta quarta-feira (24), durante ação policial de cumprimento de 16 mandados judiciais (prisão preventiva, temporária e buscas e apreensões) na área da Fazenda Santa Lúcia, no município de Pau d'Arco, a 60 km de Redenção, no sudeste paraense, nove homens e uma mulher foram mortos.

De acordo com relato policial preliminar, o grupo recebeu com disparos de armas de fogo os policiais que foram até o local para cumprir os mandados. Com o grupo, foram apreendidas onze armas de grosso calibre, incluindo um fuzil 762 e uma pistola Glock modelo G25.

Os mandados de prisão foram emitidos justamente por conta de investigação sobre homicídio, tentativa de homicídio e formação de quadrilha. Portanto, a Segup esclarece não se tratava de uma ação de reintegração de posse.

Homens do Comando de Missões Especiais da Polícia Militar e policiais civis de Belém, incluindo a Corregedoria das Polícias Civil e Militar, estão a caminho de Redenção para intensificar as investigações e reforçar a segurança.

Ainda não foram confirmados os nomes dos mortos. O Centro de Perícias Renato Chaves está auxiliando na identificação dos corpos e encaminhamento para os procedimentos de necropsia para em seguida liberá-los aos familiares. Os armamentos apreendidos também serão submetidos à perícia.

Concursos públicos oferecem 27.239 vagas com inscrições abertas
Terça, 23 Maio 2017 10:20

Concursos públicos oferecem 27.239 vagas com inscrições abertas

Escrito por Portal OESTADONET e CorreioWeb

Desde egunda-feira (22/5), 127 concursos públicos estão com 27.239 vagas abertas. O maior destaque é da seleção lançada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com 24.984 oportunidades temporárias para o Censo Agropecuário 2017. Entre as vagas abertas, 18.845 são para recenseadores, com nível fundamental, 1.272 são para agente censitário municipal, de nível médio e 4.867 são para agente censitário supervisor, que também exige nível médio de escolaridade. As vagas estão distribuídas por mais de 4 mil municípios brasileiros. Confira as remunerações e o prazo de inscrições.

Leia também: Professor dá dicas para gabaritar disciplina crucial no concurso do IBGE 

Na capital dos concursos, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal encerra hoje, o prazo de participação para três vagas imediatas e 70 para formação de cadastro reserva. Segundo o regulamento, os cargos oferecidos são de nível médio para agente administrativo e agente de fiscalização. Os cadastros podem ser feitos aqui.

Confira dicas para passar na prova.

Confira também: Fadesp reabre prazo para inscrições do concurso da Companhia de Saneamento do Pará(Cosanpa)

                               Resultado de seleção para professor da Secretaria de Educação do Pará sai dia 26

Carreira militar

Marinha e Exército também dominam o cenário de vagas da semana. A Marinha está com cinco editais abertos. O primeiro deles oferece 29 vagas de nível superior, divididas em 11 áreas de atuação como comunicação social, direito, educação física, informática, estatística, pedagogia, psicologia, serviço social, entre outras.

O segundo é para ingresso às escolas de formação de oficiais da Marinha Mercante (Efomm), para o Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga), no Rio de Janeiro (RJ) e para o Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), em Belém (PA). São 285 vagas disponíveis, com salário de R$ 700, além de alimentação e alojamento.

Já o terceiro edital, oferece 12 vagas para quem é formado em administração, ciências contábeis e economia. Poderão participar candidatos de ambos os sexos e com menos de 29 anos de idade até o dia 1º de janeiro do ano do curso de formação.

 

Divulgação/Marinha do Brasil Divulgação/Marinha do Brasil

Outras 14 vagas, também de nível superior, são para concorrer ao cargo de oficial, da armada ou fuzileiro naval dos quadros complementares, para quem é formado em engenharia e ciências náuticas. As áreas de atuação se dividem em três grupos.

 

Durante o curso, os candidatos vão ingressar no posto de guarda-marinha e receberão soldo de R$ 6.625. Após isso, já formados e ocupando o posto de segundo-tenente, o soldo passa para R$ 9 mil, já contando com adicionais militar e de graduação.

Há ainda seis vagas para sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana, pastor da Igreja Assembléia de Deus e pastor da Igreja Batista.

Já o Exército está com seis editais lançados. As primeiras 47 vagas são para atuação em Brasília nas áreas de analista ambiental, analista de sistemas, web designer, arquiteto, desenhista, engenheiro e técnico de nível intermediário. Os salários variam de R$ 3.130,42 a R$ 10.048,57.

Com a mesma faixa salarial, outras 12 vagas estão abertas para as áreas de analista de geoprocessamento, arquitetura de sistemas de informação geográfica, analista de geoprocessamento, administração de banco de dados geoespaciais, engenheiro e técnico de geoprocessamento e produção cartográfica.

Outras 1.100 vagas estão distribuídas em três editais. O primeiro conta com 1.000 oportunidades para alunos do curso de formação de sargentos do Exército distribuídas entre áreas de combatente, logística técnica e aviação, para os cursos de infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicação, material bélico-manutenção de armamento, entre outros. O segundo edital conta com 40 vagas para alunos do curso de formação de sargentos músicos do Exército, e o terceiro com 60 vagas para o curso de formação de sargentos de saúde no curso de técnico em enfermagem.

Quem quiser se formar como cadete também tem à disposição 440 chances, sendo a maioria (400) para homens e apenas 40 chances para mulheres. Podem se inscrever candidatos com nível médio de formação e com idade entre 17 e 22 anos.

Leia também:
Marinha, Exército e Aeronáutica programam lançar 13 concursos neste ano

O concurso da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) reabrirá as inscrições, a partir das 16h de hoje, para todos os cargos. Elas serão realizadas até o dia 24 deste mês, no portal da FADESP, www.portalfadesp.org.br. O edital também foi ajustado para o cargo de Engenheiro Sanitarista, que passou a aceitar a formação em Tecnólogo em Saneamento Ambiental.

LEIA TAMBÉM: SEDUC DIVULGA RESULTADO DE SELEÇÃO DIA 26

                              Concursos públicos oferecem 27.239 vagas com inscrições abertas

O link para a inscrição será disponibilizado a partir das 16h. Todos os inscritos durante o período de reabertura terão até o dia 25 para pagar a taxa de inscrição, em qualquer instituição bancária. A emissão do boleto bancário, com nova data de vencimento, é feita a partir do site, na página de acompanhamento do concurso.

A reabertura cumpre determinação judicial para a inclusão da formação em "Tecnólogo em Saneamento Ambiental" como requisito para a inscrição ao cargo de "Engenharia - Área de Atuação: Engenheiro Sanitarista". O aviso com os ajustes está na página de acompanhamento, assim como as demais informações do concurso.

A seleção oferece 140 vagas, dentre elas as de engenheiro sanitarista (lotação em Icoaraci/Outeiro), eletricista industrial (lotação em Icoaraci/Outeiro), assistente comercial (lotação em Icoaraci/Outeiro), Operador de Estação de Água e Esgoto (lotação na Região Metropolitana de Belém) e agente de Operação, além de cadastro de reserva para outros cargos.

Confira resultado da seleção de professores da Seduc
Domingo, 28 Maio 2017 09:17

Confira resultado da seleção de professores da Seduc

Escrito por Agência Pará

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) divulgou sexta-feira(26) o resultado final do Processo Seletivo Simplificado (PSS) 01/2017 para a função de professor.

O resultado do PSS poderá ser conferido no site www.seduc.pa.gov.br.

A comissão organizadora do processo seletivo esclarece, ainda, que a entrega de documentos comprobatórios dos dados cadastrados no sistema deverá ser feita somente no ato de convocação do candidato aprovado, obedecida a ordem de classificação, após o resultado final. As convocações serão efetivadas à medida em que a Secretaria de Educação confirme as necessidades de professores nas escolas estaduais. Cabe a cada candidato classificado acompanhar tais convocações, que serão publicadas no site institucional da Seduc, atendendo aos itens 1.8 e 1.10 do Edital nº 01/2017.

 

LEIA TAMBÉM: Prazo de inscrição do concurso da Cosanpa é reaberto

                              Concursos públicos oferecem 27.239 vagas com inscrições abertas

A grife Dica Frazão
Segunda, 22 Maio 2017 17:18

A grife Dica Frazão

Escrito por Cristovam Sena

O destino colocou a artesã Dica Frazão no nosso caminho.

No período da 2ª Guerra Mundial foi obrigada a deixar Capanema, terra onde nasceu em 29 de setembro de 1920. Casada com Severino da Silva Frazão em 1940, tiveram sete filhos: Paulo, Carlos, Terezinha, Conceição, Socorro, Helena e Lourdes.
Seu marido era militar e foi transferido para Santarém, aqui chegando em 09 de janeiro de 1943, em pleno efervescer da grande guerra.
Veio de navio com a família. Desembarcou em frente a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, sua madrinha de batismo, conduzida pelo catraieiro Maia.

A primeira coisa que fez quando já em terra, foi visitar a igreja. Ajoelhada aos pés da Santa Madrinha, jurou aqui permanecer pelo resto da vida.
Vida que chegou ao fim no dia 19 de maio de 2017. Vida longa, 96 anos, dos quais 74 em Santarém, terra que a acolheu como "Cidadã Santarena" em 15 de dezembro de 1987.

Chegou aqui modista, e logo começou a confeccionar roupa para as senhoras da sociedade.
A passagem de modista para artesã foi movida pelo acaso. Uma cliente trouxe-lhe coloridas penas de arara e pediu-lhe que fizesse com elas duas rosas para pregá-las numa blusa.
Preocupada com a encomenda, pois nunca tinha trabalhado com penas, adormeceu pensando nas rosas. Adormeceu e sonhou! Sonhou que fazia um enfeite de parede que parecia uma colorida cauda de pavão, e quem olhava o enfeite dizia logo que queria um igual, pelo poder de encantamento que o enfeite possuía.

No dia seguinte, além de confeccionar as duas rosas, encomenda da freguesa, seguiu a intuição do sonho e criou seu "enfeite de parede", nascendo assim o artesanato santareno com a grife Dica Frazão.
Quem pode duvidar que não foi sua Santa Madrinha quem lhe mostrou, através do sonho, o caminho da arte, maneira mais fácil de aqui fixar a afilhada, que na chegada jurara morar em Santarém até o fim da sua vida?

O enfeite de parede do sonho transmudou-se em ventarolas, que depois evoluíram para os leques, e a imaginação da noviça artesã nunca mais parou de criar.
O sonho representou o divisor de águas em sua vida e na do artesanato santareno, que se resumia, até àquela data, praticamente às bonecas de pano e as cuias pintadas do mestre João Fona.

As primeiras encomendas surgiram do Rio de Janeiro em 1950, para onde a ventarola do sonho seguiu nas mãos de uma turista ocasional, transformando-se no disseminador da criatividade pulsante da nossa Dica Frazão.

Em seguida, seu amigo Dácio Campos, na época agente da Panair do Brasil em Santarém, recebe carta de uma empresa do Rio de Janeiro, solicitando que localizasse a artesã que preparava aquelas ventarolas de penas, e informasse que quantidade ela teria capacidade de produzir para atender o pedido dos seus fregueses.
Dácio foi além, pediu que ela preparasse um mostruário e enviou para o empresário no Rio de Janeiro. A partir daí Dica Frazão começava a conquistar o Brasil, em seguida o mundo.
Em Belém, nesse mesmo período, quem primeiro descobriu o seu artesanato foi Altino de Brito Pontes, proprietário da perfumaria Flora, o antigo "Buraco Cheiroso" da Manoel Barata.

No início os fregueses eram obrigados a trazer as penas das aves para que fossem confeccionadas suas encomendas, porém essa fase durou pouco. Em nome da ecologia, as penas de arara, gavião, pavão e garça, suas preferidas, foram gradativamente sendo substituídas por penas de paturi, patos, perus e gansos. Chegou a criar mais de 400 aves domésticas em seu quintal.

Com a demanda pelo seu trabalho aumentando, foi obrigada a diversificar ainda mais a matéria prima, passando a operar com material que ela mesma ia descobrindo, multiplicando o seu artesanato.

Foi a primeira artesã a utilizar a raiz do patchuli nos seus trabalhos. Depois vieram as palhas de tucumã, buriti e açaizeiro; fibra de caranã, malva e bambu; casca de taperebazeiro, cipó escada de jabuti, tururi e buçu. Foram alguns dos produtos vegetais aproveitados pelas mãos abençoadas da divina artesã.

Uma toalha criada em seu ateliê, adornada com flores de pena de ganso, flores de açaizeiro e fibra de caranã, cobria uma das mesas usadas pelo Papa João Paulo II no Vaticano.

Em 1990 a entrevistei para o Projeto Memória Santarena. Tarefa prazerosa. Primeiro porque ela gostava de falar, de contar detalhes da sua trajetória de vida; segundo porque possuía uma memória fantástica, daquelas de lembrar detalhes tanto da infância como dos fatos atuais.

A conversa aconteceu à Rua Floriano Peixoto nº 281, onde ela residia e funcionava o seu ateliê. Que a partir de 22 de junho de 1999 passou, também, a ser o endereço do "Museu Dica Frazão".

De olhos vivos e brilhantes, na época com 70 anos, demonstrava um vigor extraordinário, uma vontade de viver que nos deixou impressionado, eu e o saudoso Emir Bemerguy, companheiro de entrevistas.
Queria mostrar tudo, falar de tudo, muitas vezes de forma insistente, a deixar bem claro que tinha gostado da ideia de ser entrevistada, de participar do Projeto Memória Santarena.

Em maio de 2014, quando foi para editar o livro "Dica Frazão, a divina artesã", fruto da transcrição da nossa entrevista de 1990, voltei a conversar com ela, precisava de fotos e outros documentos para ilustrar a obra.
Já aos 93 anos, a encontrei bem disposta, lúcida, sentada em uma cadeira de rodas, mas em seu ateliê, com tesoura segura na mão, tranquila a trabalhar. Ainda sonhando, fazendo o que gosta e que a deixa feliz: arte.

Passamos a conversar e ela foi desfiando lembranças sobre o nosso encontro de 1990, recordando detalhes daquele dia. Queria saber o que eu estava fazendo. Quando falei o porquê da minha visita ela abriu um sorriso de satisfação, de alegria, e disponibilizou o material que eu tinha ido buscar, com aquela boa vontade que era uma das suas marcas registradas, reconhecida por todos que a visitavam.
Isso, sem antes contar um pouco mais da sua vida.

Ano passado Dona Dica me telefonou, precisava conversar comigo. Como o livro "Dica Frazão, a divina artesã" se restringiu a relatar a sua vida de artesã, queria continuar a entrevista para poder contar o drama que foi a sua infância e adolescência. No dia 12 de dezembro de 2015 iniciei nova série de entrevistas em que ela contou sua longa vida de aventuras e sofrimentos.
Fiquei mais uma vez admirado com a sua capacidade de relembrar fatos da sua infância, sua odisseia até chegar a Santarém e desembarcar em frente a Igreja Matriz, no dia 9 de janeiro de 1943.

Pois foi da Igreja Matriz, no dia 20 de maio de 2017, que ela saiu para ser sepultada, encerrando com fecho de ouro sua passagem gloriosa por Santarém.
Descanse em paz Dona Dica.

Para finalizar, vale registrar que o Museu Dica Frazão, feliz iniciativa do governo Lira Maia, é um museu doméstico, acanhado, que precisa ser ampliado e mantido pelo município.
Afinal, os museus são os responsáveis por preservar a história e a cultura da humanidade.

Em Santarém, estamos carente deles.

Visite a página do ICBS: www.icbsena.com.br

Segunda, 22 Maio 2017 09:55

Governador assina projeto de lei que beneficia militares com habitação

Escrito por Agência Pará

O Governo do Pará lança na manhã desta segunda-feira, 22, em frente ao Palácio do Governo, em Belém, um importante programa de habitação para a melhoria da qualidade de vida e valorização de militares do Estado, o “Nossa Família”. A apresentação será feita durante a solenidade de transmissão do cargo de Comandante Geral da Polícia Militar do Pará, do coronel PM Roberto Luiz de Freitas Campos para o coronel PM Hilton Celson Benigno de Souza.

O “Nossa Família” é destinado ao atendimento de praças, cabos e soldados da PM e Bombeiros, e tem como objetivo facilitar a aquisição da casa própria, por meio de subsídios do Governo do Estado. O servidor contemplado só passará a pagar as parcelas quando o imóvel for entregue. Até lá, o Estado assume os custos, estimados em 4 milhões de reais. O programa começa contemplando os militares lotados na Região Metropolitana de Belém e se estenderá para as demais regiões do Estado, em uma parceria entre a Companhia de Habitação do Pará (Cohab), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Estado e Administração (Sead).

Para participar do programa o servidor precisa, entre outros critérios, ter família constituída ou ser arrimo de família ou de pessoa idosa, com ou sem dependentes, e não ser proprietário de imóvel, nem seu cônjuge ou companheiro. Os beneficiados não poderão doar, vender, alugar ou emprestar a unidade adquirida, caso contrário serão obrigados a restituir de imediato a parcela adiantada e ficarão impedidos de participar de qualquer outro programa habitacional desenvolvido pelo Estado pelo prazo de quinze anos.

Inicialmente, serão entregues 480 unidades habitacionais em cinco empreendimentos imobiliários localizados em Belém (Bairro da Marambaia e Tenoné I e II) e em Ananindeua (Cidade Nova V e Cidade Nova VI). As construções serão de quatro andares, sendo uma unidade térrea. Todos os apartamentos serão de 45m² e contarão com dois dormitórios, sala de estar/jantar, banheiro social, cozinha, área de serviço e vaga de garagem.

Os condomínios terão como diferencial a acessibilidade. Todas as portas contarão com metragem adequada para portadores de necessidades especiais e o projeto de urbanismo da área comum prevê rota acessível com piso tátil. No total serão 47 mil metros quadrados de área construída.

Surto de febre amarela pode ter "desviado atenção" da vacinação contra gripe
Domingo, 21 Maio 2017 07:22

Surto de febre amarela pode ter "desviado atenção" da vacinação contra gripe

Escrito por Com informações da Agência Brasil

A campanha nacional de vacinação contra a gripe do Ministério da Saúde se encerra no próximo dia 26, mas a adesão é considerada baixa em todo o país.

Do total de 54,2 milhões de pessoas esperadas, somente 28,7 milhões foram vacinadas, o que representa 53% do público-alvo. Nos estados do Rio de Janeiro e Pará, por exemplo, não foi alcançado nem 50% do público estimado.

A virologista Marilda Siqueira, chefe do Laboratório de Vírus Respiratório e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), avalia que o pouco destaque que o vírus Influenza teve na mídia este ano e o recente surto de febre amarela contribuíram para desviar o foco da atenção das pessoas da campanha contra a gripe.

Isso porque, em estados com registros de morte pela doença, como o RJ e PA, a população se preocupou mais em correr aos postos para receber a imunização contra a febre amarela. A vacina contra a gripe está disponível nos postos de vacinação desde 17 de abril.

Em Santarém e Alenquer, dois municípios paraenses, houve filas nos postos à procura da vacina contra febre amarela, após a morte de pacientes acometidos da doença na região oeste do Pará que estavam internados no Hospital Regional de Santarém.

O mesmo não ocorreu com a vacinação contra gripe. Em Santarém pouco mais da metade de 80 mil pessoas que formam grupos de risco haviam se vacinados até sábado (20).

“Mas isso não tira de maneira nenhuma a importância de tomar a vacina contra a gripe”, adverte Marilda. A virologista explica que é importante tomar a dose anualmente uma vez que a vacina contra o vírus Influenza, causador da gripe, não oferece uma imunidade duradoura.  

Outro fator importante é que o vírus pode apresentar mutações de um ano para outro em seu genoma e as vacinas são "atualizadas"  para garantir uma proteção mais ampla à população.  “Então, tem que tomar este ano, de novo”, diz.

Estudo comprova que Pará está livre da febre aftosa
Sexta, 19 Maio 2017 10:22

Estudo comprova que Pará está livre da febre aftosa

Escrito por Agência Pará

O rebanho bovino do estado do Pará está 100% livre da febre aftosa. Essa foi a conclusão do estudo epidemiológico para avaliação de transmissão viral no Estado, realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará). O relatório é referente aos oito municípios paraenses que possuem divisa com os estados do Amazonas e Amapá, áreas consideradas de médio e alto risco para aftosa, respectivamente.

Em abril deste ano, foi concluído o inquérito epidemiológico dos animais desses municípios. O Mapa comunicou hoje a Adepará que não houve a ocorrência de carga viral nas amostras sorológicas do rebanho que foi analisado nessas localidades. Isso comprova que os municípios que ainda tinham alto e médio risco se unem ao resto do Estado que já estava livre da doença. Esse estudo tem como objetivo verificar se o vírus da febre aftosa está presente no Estado e se está sendo transmitido de um animal para outro, ajudando a comprovar, assim, a ausência da doença junto aos órgãos de saúde.

A notícia da comprovação da ausência de circulação do vírus da febre aftosa foi comemorada pelo diretor geral da Adepará, Luiz Pinto, que ressaltou a importância dessa conquista para o setor agropecuário e para o estado, pois confirma a sanidade da pecuária paraense, fortalecendo assim o mercado para a produção local. “Hoje o Pará está com os 144 municípios habilitados, livres da aftosa com vacinação. Isso mostra que as ações desenvolvidas em defesa da agropecuária paraense estão no caminho certo e que a pecuária do Pará é forte, segura e saudável. O nosso rebanho é 100% livre da aftosa”, festejou.

Em 2014, o Pará foi incluído na lista dos estados brasileiros livre da febre aftosa. Para manter esse status, precisa que pelo menos 90% do rebanho seja vacinado a cada ano, durante as duas etapas das campanhas da vacinação realizadas. Em 2016, o Estado alcançou um índice vacinal de mais de 98%.

A população paraense consome apenas 30% da produção de carne bovina do Estado, os outros 70% que sobram são destinados à exportação, ou seja, a confirmação de que o Pará está 100% livre da febre aftosa garante a abertura de mercados em todo o mundo.

Vacinação - A Adepará realiza até o dia 31 de maio a campanha de vacinação contra a febre aftosa em todo o território paraense, com exceção do Arquipélago do Marajó e municípios de Faro e Terra Santa. Quase 20 milhões de cabeças de gado deverão ser imunizadas, em aproximadamente 108 mil propriedades rurais.

O produtor é responsável pela vacinação e tem até o dia 15 de junho para fazer a comunicação da vacina nos escritórios da Agência. Servidores das unidades regionais da Adepará por todo o Pará estão envolvidos e acompanham o trabalho para garantir que todo o processo de vacinação atenda às metas, que é alcançar o mais alto índice vacinal.

Por Inara Soares

Sexta, 19 Maio 2017 10:05

Processo Seletivo Simplificado da Sespa contratará temporários

Escrito por Portal OESTADONET

Serão realizados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), dois Processos Seletivos Simplificados.

Um certame abrirá vagas para a Região Metropolitana de Belém e o outro para contratação temporária nas demais áreas do território paraense

Os candidatos selecionados vão desempenhar funções de Nível Fundamental, Médio e Superior. As inscrições estarão abertas no período de 22 a 24 de maio, no horário de 8h de segunda-feira (22) até às 23h59 de quarta-feira (24) e serãor realizadasno endereço eletrônico sipros.pa.gov.br. 

O detalhamento das vagas e outras informações estão disponíveis no edital divulgadon nosite www.saude.pa.gov.br.

Fonte: Imprensa Oficial

Licitação milionária para compra de equipamentos e insumos de informática em Placas gera desconfiança

O Diário Oficial do Estado publicou, terça-feira(16), o resultado do processo licitatório ( pregão 9/202-0024) promovido pela Prefeitura de Placas para aquisição de equipamentos permanentes de informática; itens isolados para manutenção; e recargas de toner, cartuchos para impressoras. Duas empresas arremataram um único pregão para atender cinco unidades gestoras.

Pelo resultado, as empresas Dacilene Lima Aguiar-EPP e R.A.Santiago-ME, ambas com sede em Santarém, dividiram todos os itens apregoados.

Além disso, o que chama atenção é o valor que as duas empresas felizardas vão abocanhar dos cofres públicos municipais: mais de 1 milhão 600 mil reais para um contrato de sete meses e meio.

A empresa de pequeno porte, razão social do Armarinho Realce, vai faturar 875 mil reais e a microempresa, razão social da RAS Informática, 758 mil reais.

Isso representa um custo mensal de mais de 200 mil reais da Prefeitura de Placas com informática.

Para se ter uma dimensão do valor que será gasto com informática nos órgãos municipais, é quase o dobro do que mensalmente o município recebeu de transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), com base no ano de 2015, e metade do repasse de tributos estaduais, como ICMS, que há dois anos era de cerca de 430 mil reais.

Com tanto dinheiro público a ser investido em equipamentos e insumos de informática, Placas deveria se candidatar ao título de cidade digital BR 230 se esse investimento também favorecesse a população de cerca de 29 mil habitantes, que pelo censo da Fapespa, possuía apenas 15 computadores com acesso a ponto de internet e 238 microcomputadores.

Pagina 1 de 146